Destaques Linha 1 Linha 2 Linha 3

JCDecaux assume publicidade nas estações e trens do metrô de São Paulo

Contrato de concessão tem prazo de 10 anos, envolve 52 estações e 142 trens e deve render pelo menos R$ 375 milhões

Divulgação

Contrato de exploração da publicidade é de 10 anos

Em busca de mais receitas “não tarifárias”, o Metrô de São Paulo assina nesta quinta-feira (10) o contrato de concessão para exploração publicitária de suas linhas. A vencedora da concorrência, a francesa JCDecaux pagará uma remuneração mínima de R$ 375 milhões durante 10 anos para poder explorar espaços publicitários em 142 trens e 52 estações das Linhas 1, 2 e 3 – a Linha 5 também fará parte da concessão mas apenas por seis meses, até que ela seja concedida à iniciativa privada também.

Lançada em novembro do ano passado, a concorrência foi suspensa em abril deste ano pelo Tribunal de Contas do Estado. Após alterações, o certame ocorreu em junho quando a JCDecaux fez o melhor lance entre três participantes. Conhecida por administrar paineis em várias cidades do mundo, a empresa já explora o mobiliário urbano em São Paulo além do aeroporto internacional de Guarulhos.

No Metrô, a JCDecaux terá a ser dispor 4.650 m² de área em estações além de outros 29 mil m² nos trens e também túneis das três linhas. Por contrato, ela terá de investir pelo menos R$ 20 milhões na modernização dos espaços para publicidade e deverá explorar de forma mais eficiente os paineis digitais e retroiluminados. A implantação será feita em três fases: a primeira visa explorar os atuais espaços, a segunda será uma transição para formatos novos e mais modernos e, por fim, uma estratégia conjunta de veiculação de anúncios.

O resultado deverá ser parecido com o visto hoje na Linha 4-Amarela, operada pela concessionária privada ViaQuatro. O Metrô espera, com isso, elevar sua receita não tarifária que hoje ainda é pequena em relação ao faturamento com o transporte em si. A empresa há décadas tem buscado ampliar essa receita, porém, tem esbarrado na falta de uma gestão mais profissional nesse segmento – muitas vezes, seus paineis ficam vazios mesmo com o imenso potencial de ter milhões de pessoas passando por eles todos os dias.

Divulgação

JCDecaux deverá explorar mais possibilidades de publicidade nas estações

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Leave a Comment