Destaques Linha 5

Com alta de usuários e ausência de portas plataformas, ViaMobilidade lança campanha para evitar acidentes

Novas estações deveriam contar com equipamentos que protegem o usuário no vão entre o trem e a plataforma
Estação Moema da Linha 5

Com o aumento no número de usuários na Linha 5-Lilás da rede metroviária de São Paulo, a operadora ViaMobilidade anunciou uma campanha de orientação aos passageiros com foco na segurança no embarque.

A ação chamada de “Não Ultrapasse a Faixa Amarela” conta com avisos sonoros que orientam os usuários nas estações e trens, além da a atuação de colaboradores.

“O limite da faixa amarela nas plataformas tem importância primordial ao promover mais segurança aos passageiros, evitando acidentes e atrasos na circulação dos trens”, diz Fernando Nunes, gestor de atendimento da concessionária.

A medida vem em um momento em que o ramal ganha novos usuários. Em setembro a linha Lilás transportou em média cerca de 322.641 usuários por dia. No mês seguinte, com a linha completa e operação em horário integral, foram transportados em dia útil, uma média de 423.779 passageiros, representando mais de 30% de aumento na demanda.

Portas de plataforma

Das dezesseis paradas no trecho entre Capão Redondo e Chácara Klabin, apenas uma estação conta com portas de plataforma em funcionamento, Adolfo Pinheiro. As demais deveriam contar com os equipamentos que está sob responsabilidade da Bombardier.

A empresa já foi multada em valores que ultrapassam R$ 50 milhões. Nas estações Santa Cruz e Brooklin, as portas de plataforma foram instaladas e nova meta é que os equipamentos estejam em operação até março de 2019.

About the author

Redação

Um comentário

Click here to post a comment
  • Acho que eles deveriam lançar a campanha “Estações e Trens Limpos”, porque é vergonhosa a sujeira. Fico sem palavras quando ando na Lilás, principalmente na Santa Cruz e Chácara Klabin. O chão todo marcado, com manchas. Muita poeira e afins. É gritante a diferença entre a Lilás e a Amarela, considerando que ambas as concessões são da CCR.

Airway