Praticamente pronta, estação Vila Sônia ganha vídeo em novo formato

Imagens da 11ª estação da Linha 4-Amarela mostram interior praticamente concluído, incluindo as vias, alimentação de energia e cabeamento
Obras do futuro terminal Vila Sonia, linha 4 amarela 03/05/2021 ©Márcia Alves/Metrô SP

O Metrô, como de costume, divulgou nesta semana um novo vídeo das obras da estação Vila Sônia, referente a maio. Em um novo formato muito mais profissional (e comercial) pode-se notar que a nova parada da Linha 4-Amarela já está praticamente pronta.

Elevadores, escadas rolantes, portas de plataforma e catracas, tudo aparenta já estar instalado e em funcionamento. Na parte dos túneis, trilhos colocados e já se nota a presença da alimentação aérea de energia elétrica. A maior parte dos funcionários agora está trabalhando na instalação de cabeamentos e pequenos ajustes. Já não se vê grandes máquinários.

Anexo à estação, o Terminal de Ônibus homônimo também já está praticamente finalizado, incluindo o paisagismo que é uma das últimas etapas de uma obra.

Por muito menos, outras estações já foram entregues. Quem não se lembra da inauguração às pessas das estações da Linha 15-Prata, com retoques ainda a acabar, ou da estação Oscar Freire, da própria Linha 4, com um acesso a menos?

Ambos os casos ocorreram na mesma semana em 2018, últimos dias antes do então governador Geraldo Alckmin deixar o posto para concorrer na eleição presidencial naquele mesmo ano.

Imagem da estação em maio (Reprodução/CMSP)

Opinião do autor

Então, o que falta para a inauguração, que está prevista só para dezembro, ocorrer?

De acordo com o governo de São Paulo, há um atraso causado pela pandemia na importação de equipamentos de sinalização da alemã Siemens. Esta parte da obra é de responsabilidade da concessionária ViaQuatro.

Porém, ao assistir o vídeo, é possível crer que já há início desta instalação e que deve ser questão de tempo para que comecem os testes com os trens. Por isso, o prazo de seis meses parece ser bastante longo para que tudo esteja em perfeita ordem.

Ou seja, não será surpresa se a gestão Doria anunciar uma inauguração antes de dezembro. E aí poderemos ouvir que o governo do estado adiantou a entrega de uma obra que teve a primeira estaca colocada em 2004, há 17 anos.

Total
21
Shares
9 comments
  1. Ótima matéria, o autor foi muito perspicaz. Uma pena que grande parte da população não se toca de mais essa manobra eleitoreira do detestável e incompetente Doria. A prioridade desse inepto é apenas de dar manutenção no seu plano de poder, para ele o povo não passa de um meio de chegar lá, o bem estar da população sempre ficará em segundo plano. Um ser desprezível.

    1. Todos do PSDB sempre foram assim, mas o povo de SP insiste em reeleger essa corja. Não dá pra entender tanta burrice.

  2. Depois de séculos de obras superfaturadas, a estação Vila Sônia será finalmente inaugurada.
    Acho que até os egípcios da época do faraó fariam uma obra mais rápida que o PSDB!

  3. So faltou ressaltar no texto que a parte de sistemas (que é o que falta) é de responsabilidade da V4 e não do governo.

  4. Pode-se concluir que a obra só sofreu esse último atraso (era pra ser entregue em maio) realmente por conta da parte de controle dos trens…

  5. Será que, nessa pandemia, para a concessionária é mais vantajoso receber aquele ressarcimento por não ter essa estação entregue?

  6. Considerando que a primeira estaca da obra da estação Vila Sônia foi instalada em 2012 (momento em que suas obras foram iniciadas), como o autor do artigo informa que isso ocorreu em 2004 ?

    Confundir as obras da estação Vila Sônia com as da Linha 4 não seria uma forma de desinformar e sensacionalizar o assunto?

    1. Não, porque a estação Vila Sônia sempre esteve no projeto da linha 4 desde o início das obras e ainda não foi entregue até hoje, sendo que já teve promessa do governo de entregá-la até 2014.

Comments are closed.

Previous Post

Leilão de direitos de renomear estação Anhangabaú termina sem sucesso

Next Post

Mesmo sem tatuzões funcionando, Linha 6-Laranja já conta com primeiros metros de túneis

Related Posts