CPTM readequará o pátio Guaianases por R$ 7,7 milhões

As obras visam melhorias no acesso ao pátio, assim como prover melhor condições laborais aos empregados. Obra deverá ser executada dentro de 18 meses
Obras no pátio deverão melhorar as condições de segurança dos funcionários (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

Os pátios ferroviários são importantes pontos ao longo da ferrovia onde os trens ficam estacionados de forma estratégica para garantir seu recolhimento, bem como a injeção de trens nos horários de pico. Na Linha 11-Coral, por exemplo, a CPTM contratará obras para a adequação de pátio de Guaianases.

A licitação que foi lançada no mês de maio tem como objetivo principal a adequação do local dentro de normas de segurança do trabalho, além de providenciar melhorias que facilitarão o acesso dos funcionários a este ambiente.

Um dos pontos importantes é a instalação de uma passarela metálica entre a estação Guaianases e o pátio, facilitando o acesso de maquinistas e demais colaboradores sem que os mesmos precisem se expor ao ambiente ferroviário ativo, onde os trens circulam com maior frequência.

Ações também contemplarão benfeitorias no estacionamento que poderá alocar mais veículos em suas dependências. O local deverá ser executado com utilização de piso drenante, o que poderá aumentar a vida útil e facilitar o uso do local em dias mais chuvosos.

A construção de uma nova edificação de apoio aos funcionários deverá contar com sala para treinamento, fiscalização, limpeza, vestiários entre outros. Obras gerais visando revisão nos sistemas elétricos e hidráulicos também estarão inseridos no projeto final.

Área que passará por melhorias (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

A empresa responsável pelas obras será a Construtora Ohana LTDA que cumpriu todos os requisitos e condições estabelecidas no edital. O valor do contrato estipulado é de R$ 7.738.937,63, o que representa uma redução de 23,8% do valor orçado pela CPTM. O prazo do contrato é de 30 meses, sendo 18 meses para a execução e 12 meses para a operação assistida.

As ações realizadas vão revitalizar o ambiente e trazer maior conforto e segurança para os funcionários da CPTM e também aos terceirizados que em muitas ocasiões precisam acessar estas áreas realizando a travessia da linha férrea diretamente.

Total
171
Shares
4 comments
  1. E as melhorias na condição da estação de passageiros nada, o que era para ser provisória se tornou definitiva, nem escada rolante existe para uma estação terminal e com o volume de passageiros que há, uma vergonha.

    1. Provavelmente a linha 11 também vai ser concedida e as estações reformas, então ao meu ver a CPTM e o Governo do Estado não vão investir mais nessas linhas…

  2. Enquanto isso o pagador de imposto que pega trem e ônibus não tem direito nem a uma mísera escada rolante não é mesmo?!

  3. Uma coisa que eu não entendi na concessão das linha 8 e 9, a concessionária não vai usar o pátio Lapa, Ceasa, e Santa Teresinha? Seria legal o site fazer uma matéria sobre como vai ser a operação das linha, somente o pátio Presidente Altino vai ser usado? Eu já acho esse pátio mais que suficiente para a operação das duas linhas. Mas tenho essa dúvida sobre o que vai acontecer com os outros pátios…

Comments are closed.

Previous Post

Obras da Linha 6-Laranja do Metrô chegam à praça 14 Bis

Next Post

Como poderiam estar as obras da Linha 18-Bronze se Doria tivesse cumprido sua promessa eleitoral

Related Posts