Obras da Linha 6-Laranja do Metrô chegam à praça 14 Bis

Localizada no eixo da avenida Nove de Julho, futura estação do ramal a ser operado pela LinhaUni teve os trabalhos de demolição em imóveis iniciados nesta semana
Estação 14 Bis deve ser inaugurada em 2025 (TetraArq)

Alvo de uma polêmica há cerca de cinco anos, a futura estação 14 Bis começou a sair do papel nesta semana. A Acciona, parceira privada do governo do estado na implantação da Linha 6-Laranja de metrô, comunicou aos moradores da região que os terrenos desapropriados no entorno do local começaram a ser demolidos para montagem dos canteiros.

Os trabalhos tiveram início na quarta-feira, dia 7, em três endereços localizados na praça, um antigo estacionamento e dois postos de combustíveis desativados. Todos eles já estão tapumados desde os tempos da Move São Paulo, assim como partes do viaduto localizado sobre a praça.

Assim, a implantação da Linha 6 vai ganhando novas frentes de trabalho com a meta de concluir sua construção em 2025. A construtora espanhola tem ampliado o escopo da obra aos poucos, dando prioridade para estações e poços de ventilação que estão mais próximos do VSE Tietê, de onde partirão os dois ‘tatuzões’ que construirão os túneis a partir de 2022.

A estação 14 Bis, por essa razão, ainda está bastante distante da visita da tuneladora, mas diante dos desafios de construir uma obra subterrânea em meio a uma região bastante adensada certamente motivou a empresa a começar a mobilização do local.

Com 45 metros de produndidade, a futura parada da Linha 6 será construída pelo método NATM, ou seja, por uma escavação mais restrita que o VCA, ou Vala a Céu Aberto, onde há espaço suficiente para um projeto mais amplo.

Pela descrição da Linha Uni, existirão quatro acessos na estação: um no terreno do estacionamento, outro no terreno onde funcionava um posto da bandeira Shell e outros dois ligados ao viaduto Dr. Plínio de Queiroz, que comporta uma estação de ônibus do corredor da SPTrans.

O projeto original da estação 14 Bis previa um acesso onde está a escola de samba Vai-Vai, mas que foi abandonado (TetraArq)

Vai-Vai ficou

No projeto original do Metrô, a estação 14 Bis teria uma entrada onde fica a quadra da escola de samba Vai-Vai, uma das mais tradicionais de São Paulo. A entidade chegou a se preparar para deixar o local, mas um entendimento com a concessionária anterior, a Move SP, decidiu-se mudar o projeto e preservar a quadra.

Além da Vai-Vai, o entorno da estação terá como atrações dois teatros, o Raul Cortez e o Maria Della Costa, além das inúmeras cantinas e outras atrações do Bixiga, a cerca de 300 metros da estação 14 Bis.

Total
44
Shares
13 comments
  1. Corrijam o texto: “de onde partirão os dois ‘tatuzões’ que construíram os túneis a partir de 2022.”, O verbo está no passado, o correto é “construirão”.

  2. A julgar pela lambança aprontada por construtoras meia boca e grupos nacionais acostumados a esquemas de corrupção, como explicitados pela operação Lava Jato, espera-se que nas próximas licitações o metrô eleja grupos internacionais. Não é de se duvidar que a Linha Laranja seja entrega pronta em 2025-2026.

    1. Construtoras meia boca? Essas construtoras que faziam parte do consórcio empregavam centenas de milhares de funcionários , eram referências na construção civil e quebraram justamente por causa do lava jato, uma operação que buscou mais em quebrar empresas do que prender envolvidos.

      O seu discurso como sempre aqui é enaltecer o PSDB, partido que está até o o último fio de cabelo envolvido em corrupção. Aliás, a acciona está envolvida nas obras paradas do roubo anel

      1. Quebraram por causa da lava jato ou pq tinham como politica pagar propina para ganhar obras e tirar os concorrentes da jogada com acordos ilicitos??

      2. Luladrão é o maior bandido da história do Ocidente, só a Odebrecht devolveu 8 bilhões de reais aos cofres públicos. Só um cara de esquerda pra defender essa escória

  3. Eu não teria tanta certeza de que, por ser internacional, a chance de terminar no pra seja maior. Haja vista que a própria acciona participou das obras do Rodoanel Norte…
    Mas vamos torcer para que de fato ela termine o mais rápido possível, já que é de interesse dela operar a linha o quanto antes

  4. Quando vão começar os trabalhos na estação Higienópolis? A integração entre as linhas vai ser feita pelo mezanino acima dos trilhos da linha4? Vai ser um túnel?

Comments are closed.

Previous Post

CPTM estuda oferta de wi-fi e implantação de empreendimentos associados às estações

Next Post

CPTM readequará o pátio Guaianases por R$ 7,7 milhões

Related Posts