Destaques Linha 13

CPTM terá serviço expresso entre Luz e o Aeroporto de Guarulhos em 2018

Com quatro partidas diárias, trem fará a ligação entre a estação central de São Paulo e o aeroporto internacional, passando por três linhas

Novo trem da Linha 13-Jade: viagens expressas a partir da estação da Luz

Embora a expectativa seja a de que a linha atrairá mais funcionários das companhias aéreas e empresas, além  de moradores da região, o governo do estado está otimista quanto ao uso da Linha 13-Jade por passageiros do Aeroporto de Guarulhos. Depois de revelar a intenção de disponibilizar algumas viagens diretas entre Brás e a estação Aeroporto Guarulhos utilizando as vias da Linha 12-Safira, agora a CPTM revelou ao jornal Folha de São Paulo que o novo ramal, a ser aberto em 2018, terá quatro partidas diárias expressas também da estação Luz.

A ideia é que a estação da Luz sirva como uma extensão do aeroporto, com direito a check-in antecipado – LATAM e Gol estariam em negociação para instalar postos avançados no local – onde o passageiro já etiquetaria bagagens, porém, sem despachá-las. As quatro viagens deverão levar cerca de 35 minutos e sair de Luz às 9h, 11h, 13h e 21h, ou seja, fora do horário de pico – as saídas de Guarulhos deverão ocorrer às 8h, 10h, 12h e 22h.

A razão dessa restrição está no fato que a operação dessas viagens expressas (sem paradas pelo caminho) precisarem utilizar as vias de duas linhas movimentadas da CPTM. Para chegar até Brás, por exemplo, será necessário trafegar pelos trilhos da Linha 12-Safira. Já para chegar até Luz o serviço expresso terá de aproveitar as vias da Linha 11-Coral.

Ambas têm intervalos mais altos e em tese comportariam a passagem de um trem extra, mas tudo isso certamente é objeto de estudo atualmente pela CPTM.

Passagem mais cara

O serviço expresso, no entanto, deverá custar mais caro. Estima-se que pode ter preço entre R$ 5 e 10, segundo a reportagem. Para quem utiliza outros meios para chegar à Guarulhos, a tarifa é bastante acessível. A maneira mais barata de ir até o aeroporto internacional é usar o Metrô até a estação Tatuapé e de lá tomar o ônibus 257 da EMTU – o custo de uma viagem assim é de R$ 9,75 (R$ 3,80 do Metrô + R$ 5,95 do ônibus, que possui ar-condicionado).

Com o serviço de ônibus de viagem “Airport Bus Service” é preciso pagar R$ 48,80, mas o passageiro é deixado nos terminais 2 e 3. Já o Uber e táxi custam por volta de R$ 100 nas corridas mais baratas e próximas do aeroporto.

Já o usuário da Linha 13-Jade precisará tomar um ônibus gratuito oferecido pela GRU Airport nas proximidades do Terminal 1. Além disso, até o final de 2019 os trens usados na nova linha não contarão com bagageiros para volumes maiores – as oito composições compradas para a linha acabam de ter o contrato assinado e serão entregues dentro de 24 meses.

Expresso da Linha 13-Jade: percurso passará por três linhas diferentes

Estreia para valer no segundo semestre de 2018

A Linha 13-Jade da CPTM encontra-se com obras aceleradas após um período “morno”. A primeira estação, Engenheiro Gourlart, já foi aberta para a Linha 12 e agora os trabalhos concentram-se nas vias, sistemas, sinalização e acabamento das duas estações na região de Guarulhos. O gargalo, no entanto, é o viaduto estaiado que está sendo construído por cima das rodovias Ayrton Senna e Hélio Smidt. Ele deverá ser concluído até o final do ano ou começo de 2018. Se tudo correr bem, a linha terá uma inauguração simbólica até abril, limite para que o governador Geraldo Alckmin participe do evento antes de se descompatibilizar para uma possível candidatura à presidente. A operação plena deve ficar para o segundo semestre de 2018.

Veja também: Veja como serão os trens da Linha 13-Jade

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Leave a Comment