Estação Oscar Freire da Linha 4 começa operação plena neste sábado, 21

Nova parada da Linha Amarela foi inaugurada no dia 4 deste mês em operação comercial restrita
Entrada principal da estação

A ViaQuatro, concessionária que opera a Linha 4-Amarela, confirmou nesta quarta-feira (18) que a estação Oscar Freire passará a funcionar das 4h40 à meia-noite a partir deste sábado (21), ou seja, nos mesmos moldes do restante do ramal.

A nona estação da linha foi inaugurada no dia 4 de abril, mas operando comercialmente de forma restrita das 10h às 15h. Como a parada fica no meio da linha foi preciso cobrar tarifa dos usuários mesmo durante essa fase de testes. O período de operação restrita acabou sendo maior que na estação Higienópolis-Mackenzie, que durou apenas uma semana.

Com a ampliação de seu funcionamento, a Linha 4-Amarela passará a ter 81% de sua extensão operacional, faltando apenas duas das onze estações planejadas – São Paulo-Morumbi, prevista para o segundo semestre, e Vila Sônia, que deve ser entregue entre 2019 e 2020.

A estação Oscar Freire foi aberta, no entanto, sem um dos acessos, chamado de “Clínicas” por se localizar no sentido bairro da avenida Rebouças. Quando o atual consórcio TC 4 Linha Amarela assumiu a obra em 2016 ele ainda não havia sido nem escavado. Agora, o acesso já tem parte do poço recebendo as paredes definitivas e tem previsão de ser concluído também no segundo semestre.

Quando completa, a Linha 4 deverá transportar mais de um milhão de passageiros por dia.

Total
1
Shares
1 comment
  1. Deveria Projetar a Ligação das Linhas do Metrô Com Operação Térrea: 4 Amarela do Itaim Paulista, na Zona Leste Até o Centro de Itapecerica da Serra, 5 Lilás do M’boi Mirim, na Zona Sul Até o Centro de Mairiporã, Ambas na Grande SP & 6 Laranja de Brasilândia, na Zona Norte Até o Centro de Mogi das Cruzes, no Alto Tietê

Comments are closed.

Previous Post
À esquerda, o trem da Frota F, entregue em 2002, e ao seu lado o novo trem da Frota P: mesma bitola

Trens parados da Linha 5 serão investigados pela Justiça

Next Post

Por dentro de São Paulo-Morumbi, a próxima estação da Linha 4

Related Posts