Sem nenhum alarde, o Metrô decidiu alterar o nome de três estações que estão sendo construídas na extensão da Linha 2-Verde, que ligará a estação Vila Prudente a estação Penha da linha 3-Vermelha, onde também haverá uma conexão com a Linha 11-Coral, da CPTM.

As estações que tiveram seus nomes trocados são: Água Rasa, que passa a se chamar Santa Clara, Guilherme Giorgi que agora tem nome de Santa Isabel e Nova Manchester que acabou recebendo o nome de Guilherme Giorgi.

Com isso, a ordem das novas estações da linha, partindo de Vila Prudente em direção a Zona Leste é: Orfanato, Santa Clara, Anália Franco, Vila Formosa, Santa Isabel, Guilherme Giorgi, Aricanduva e Penha. Este trecho de 8,3 km contará com 8 novas estações e deve agregar  mais  320 mil pessoas a linha Verde, transportando mais de 1,16 milhão de pessoas por dia. A previsão é que quatro estações sejam abertas em 2025 e outras quatro, em 2026.

Entre as estações Vila Formosa e Santa Isabel também será construído uma  base de manutenção e estacionamento de trens subterrâneo denominado Complexo Rapadura e onde ocorre a polêmica sobre a derrubada de árvores numa praça. É nesse local que será montado o tatuzão que escavará o primeiro trecho de estações.

A nomenclatura oficial das novas estações da Linha 2-Verde (CMSP)

Nomes mutantes

A troca de nomes de estações durante a implantação é comum. Muitas vezes, o Metrô nomeia essas paradas provisoriamente, mas depois decide alterá-las após estudos internos. É o que o ocorreu, por exemplo, na Linha 5-Lilás na estação Eucaliptos, que chegou a aparecer em mapas como Ibirapuera.

Mas há mudanças quando estações já estão prontas e em funcionamento, o que acaba gerando gastos públicos para as trocas de mapas da rede metroferroviária e de todas as placas indicativas da estação.

No caso da Linha 2, com as estações ainda em estágio inicial de obras, esse problema inexiste. Mas já tivemos até um raro caso em que a linha mudou de nome no meio do projeto. Foi o que ocorreu com a Linha 15-Prata, que era tratada inicialmente como uma continuação da Linha 2-Verde. Essa situação, no entanto, era apenas uma manobra burocrática da gestão Serra para acelerar o início das obras.

Estação Eucaliptos da Linha 5: anteriormente se chamaria Ibirapuera (GESP)

 

Leia no Lulica
Insônia, aumento de apetite, problemas de visão 29/9/2020