Metrô recebe propostas para laudos de desapropriações da extensão da Linha 2-Verde e do pátio Medeiros

Mesma empresa apresentou os menores valores em ambas as licitações, que visam mapear imóveis para implantar trecho da Linha 2 até Cerro Corá e o pátio da Linha 19-Celeste
Local onde ficará a futura estação Cerro Corá, ligação das linhas 2-Verde e 20-Rosa (CMSP)

Nesta quinta-feira, 7 de dezembro, o Metrô de São Paulo realizou as sessões públicas para entrega de propostas para duas licitações relativas a laudos de desapropriações de projetos de expansão.

Às 10h, a comissão de licitação recebeu as propostas para o certame de cadastramento de imóveis e avaliação imobiliária para a extensão da Linha 2-Verde, entre Vila Madalena e Cerro Corá, onde haverá a ligação com a Linha 20-Rosa.

Quatro horas depois foi a vez de abrir as propostas para o mesmo escopo, mas envolvendo o pátio Medeiros, da Linha 19-Celeste (Guarulhos-São Paulo).

Em ambas a empresa CTA Consultoria Técnica entregou a propostas de menor valor.

As propostas para a extensão da Linha 2-Verde até Cerro Corá (CMSP)

Na Linha 2-Verde, a concorrente pediu R$ 117.800 para realizar o serviço, cerca de R$ 24 mil mais em conta que o segundo colocado, o consórcio PME.

Siga o MetrôCPTM nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Na segunda licitação, a diferença foi menor: a CTA pediu R$ 190 mil, apenas R$ 832,70 mais barato que a proposta da Geafix Engenharia e Consultoria.

Cinco empresas fizeram propostas para a avaliação do pátio Medeiros da Linha 19 (CMSP)

A próxima fase é a entrega dos detalhes das propostas, que deverá ser feita pela CTA até a próxima terça-feira, 12 de dezembro.

Com a execução do serviços, o Metrô terá como providenciar as desapropriações no futuro, liberando espaços para ampliar a malha sobre trilhos.

Total
0
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
8 comments
  1. Será que essa extensão da Linha 2 a oeste não merecia já uma conexão com a Linha 9, na estação Vila – Lobos/ Jaguaré? A distância não é muita e seria uma conexão importantíssima.

    1. A Linha 9 já estará muito bem servida com as Linhas 4; 5; 17 e 22 se conectando a ela.

      É um trajeto óbvio para a Linha 2 – Verde seguir pela Rua Cerro Cora até a estação Imperatriz Leopoldina no futuro, inclusive isso já esteve em alguns planos antigos.

      Mesmo com as Linhas 6 e 20 conectando “em breve” antes da Barra Funda, o usuário da Linha 8 – Diamante leva muito tempo para fazer baldeação com outras linhas, a 2 – Verde faz sentido total em Imperatriz.

      E antes que digam que ela ter mais de 30 estações faria o uso da mesma impossível, o trajeto Oeste para Centro é bem pouco utilizado, mesmo com a conexão com a Linha 20 ali, no futuro.

      Além disso, a grande maioria dos usuários que viessem da Linha 8 para a Linha 2 iriam descer entre Cerro Cora e Chácara Klabin, onde se conectam as linhas que levam aos polos de emprego.

      Não iria afetar quase nada os usuários da Linha Verde indo do Oeste e Centro para o Leste.

    2. não merecia, e não é viável pois será redundante com a L20, visto que metade da demanda que serve a L4 e posteriormente adentra a L2 no eixo da paulista vem da L8, essa parcela da demanda já trocaria de linha duas vezes sendo percorrendo Presidente Lapa-Cerro Corá, Osasco-Jaguaré ou Osasco-Pinheiros-Paulista, e a região é de alto padrão com pouca demanda, seria gastar dinheiro pra melhorar em nada a locomoção da região

  2. Eu não consigo entender, pra que desapropriar se tem umas 2 praças logo acima, melhor gastar 💸 desapropriado do que usar a praça pública?

    1. Aparentemente dá menos dor de cabeça desapropriar casas do que desconstruir praças. Veja o caso do Complexo Rapadura.

  3. Na minha opinião deveriam mudar o nome desta estação para “Vila Ipojuca” ou “Vila Anglo Brasileira”, que são os dois bairros próximos que não tem seus nomes já associados à outras estações.

    Ruas/avenidas grandes demais para ter mais de uma estação nelas não podem ter o nome da própria via, pois se não perde o sentido.

    É um trajeto óbvio para a Linha 2 – Verde seguir pela Rua Cerro Cora até a estação Imperatriz Leopoldina no futuro, então para que criar uma dor de cabeça desnecessária agora?

    1. a L2 não seguirá esse trajeto, uma vez que a L20 já irá substituir ela atendendo essa região, e as estações levam nomes mais identificáveis pra população, e o nome da avenida é mais conhecido

Comments are closed.

Previous Post
ViaMobilidade bate meta em troca de trilhos (Jean Carlos)

ViaMobilidade consegue trocar 30 quilômetros de trilhos em 2023

Next Post

Linha 15-Prata começará operação às 13h neste sábado, 9

Related Posts