Primeiro ‘tatuzão’ da Linha 6-Laranja começa a escavar nesta quinta-feira, 16

Equipamento de 109 metros de comprimento, tuneladora abrirá os túneis no sentido São Joaquim, com pouco mais de 10 km de trajeto. Produção das aduelas foi retomada nesta terça-feira
A tuneladora sul posicionada para início das escavações (iTechdrones)

Aguardada há quase cinco anos, a escavação dos túneis da Linha 6-Laranja do Metrô terá início nesta quinta-feira, 16 de dezembro. A Acciona, empresa que assumiu a Parceria Público-Privada (PPP) no lugar da Move São Paulo, colocará o primeiro ‘tatuzão’ em funcionamento após pouco mais de um ano de montagem.

A data, que coincide com o aniversário do governador João Doria, foi revelada pela Rádio Bandeirantes, mas ainda não confirmada pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos.

Nesta terça-feira, a Acciona retomou a produção na fábrica de aduelas, localizada em Perus. O local fornece os anéis de concreto que são montados pelo shield a cada trecho que avança no subsolo. O consórcio anterior chegou a produzir boa parte das 60 mil aduelas necessárias para abrir os cerca de 15 km de túneis.

Com o início da escavação, as aduelas começaram a ser transportadas até o VSE Tietê, de onde o tatuzão partirá amanhã.

Fábrica de aduelas voltou a funcionar nesta terça-feira (Acciona)

Segundo a Acciona, o processo de fabricação leva 28 dias entre a concretagem e a cura, quando as peças estão liberadas para serem usadas. Por dia, a fábrica pode produzir 27 metros de anéis, ou seja 15 conjuntos, cada um com nove segmentos.

Ainda de acordo com a empresa, a maior parte dos 120 funcionários será composto de mulheres, numa proporção de 70%.

O avanço da tuneladora sul permitirá que a Acciona comece a montar o segundo tatuzão, que escavará no sentido norte. Ele tem como principal diferença a roda de corte capaz de avançar sobre rocha, que constitui grande parte do trecho até próximo ao pátio Morro Grande.

Total
4
Shares
3 comments

Comments are closed.

Previous Post

Metrô pode adotar VLT parcialmente na futura Linha 22-Marrom

Next Post

Metrô de São Paulo encomendará 63 novos trens em 2022

Related Posts