Destaques Linha 11 Linha 7

Novos trens da CPTM têm entrega atrasada e falhas recorrentes

Apenas 20% da encomenda de 65 trens havia sido colocada em serviço até março e parte deles estaria indisponível por apresentar problemas nos freios

Trem da Série 8500 da CPTM

Trem da Série 8500 da CPTM: além de atrasos, defeitos

Questionada pelo Ministério Público pelo atraso nas entregas, a nova frota de trens da CPTM passaria por outro problema, segundo relatos que circulam em redes sociais. Parte das composições entregues pela CAF (a Série 8500) e que chegaram a ser utilizadas na operação comercial estaria parada nos pátios da empresa por um defeito no software que controla o sistema de freios. A causa ainda não estaria clara, porém, como o problema afeta a capacidade de frenagem dos trens, a empresa teria optado por retirar essas composições de circulação.

O blog perguntou para a CPTM se o problema é real, mas a companhia do estado respondeu apenas que “os trens produzidos pela CAF apresentaram falhas que ainda estão sendo solucionadas”, diz nota enviada para a redação. Ainda de acordo com a CPTM, “A Companhia mantém uma equipe técnica totalmente dedicada ao recebimento desses novos trens, acompanhando a sua fabricação e realizando rigorosos testes estáticos e dinâmicos antes de liberar as composições para a operação, de forma a garantir a segurança dos usuários“, completa.

Os defeitos nos novos trens evidenciam uma situação ainda mais grave em relação à encomenda de 65 unidades realizada em 2013. Dividida em dois lotes, a licitação foi vencida pela CAF (35 trens) e Rotem (30 trens) e deveria ter sido completamente entregue até agosto do ano passado. No entanto, sucessivos atrasos fizeram com que o primeiro trem entrasse em operação apenas em julho de 2017.

Dois trens por mês

Na época, o governador Geraldo Alckmin prometeu que a partir de agosto “serão (entregues) dois trens por mês, num total de 65 trens”, mas na prática a previsão não se confirmou. Até março, a CPTM colocou em serviço apenas 11 unidades, duas delas na Linha 11-Coral e o restante, na Linha 7-Rubi. Se seguisse o cronograma do governador, já seriam 18 trens disponíveis.

Até o momento, a CPTM já recebeu 15 trens da CAF e 4 da Hyundai“, informou a companhia na mesma nota. Quanto à Série 9500, da Rotem (Hyundai), o primeiro trem iniciou os testes finais nas últimas semanas e pode ser entregue em breve.

Com os imprevistos, é pouco provável que a meta de Alckmin seja cumprida. O governo pretendia contar com 40 unidades entregues em 2017 e as 25 restantes, no ano que vem. Resta saber se CAF e Rotem pagarão pelo prejuízo aos cofres públicos e à população, que se vê obrigada a circular em trens antigos e desconfortáveis. A CPTM garante que isso está ocorrendo: “a empresa já aplicou e continua a aplicar multas às empresas CAF e Hyundai pelo atraso na entrega dos 65 trens. O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público que propôs às duas fabricantes o pagamento de indenização por danos morais  difusos por meio da assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta)“.

Primeiro trem da Série 9500 da CPTM deve ser entregue em breve

Primeiro trem da Série 9500 da CPTM deve entrar em operação neste semestre, mas frota já deveria ter sido entregue

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

1 Comment

  • Ricardo, bom dia!

    Sobre os 9500, vi um em movimento na Linha 7 (não sei se em via separada ou se na própria via de operação normal), na altura da Lapa-8. Sabe se são apenas testes dinâmicos próximos ao pátio ou se ele já está em operação assistida?

    Grande abraço!

Leave a Comment