CPTM conclui a segunda via da estação João Dias

Com a finalização das obras, as duas vias da estação estão posicionadas em seu local definitivo. A previsão é de que a estação seja entregue em Setembro
A via no sentido Grajaú já foi liberada para a circulação dos trens (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

A CPTM finalizou no último final de semana a implantação da segunda via definitiva da estação João Dias na Linha 9-Esmeralda. O processo para a conclusão deste serviço durou dois dias onde foram realizados os ajustes na via permanente, rede aérea e toda a infraestrutura correlata.

A primeira via da estação, que tem como sentido a estação de Osasco, foi posicionada no seu local definitivo há pouco mais de um mês. A segunda via, que tem como sentido a estação de Grajaú, foi finalizada durante os dias 31 de julho e 1º de agosto. Um video publicado nas redes sociais do presidente da CPTM, Pedro Moro, mostram as principais etapas do serviços executados.

A obra, entretanto, engloba uma série de detalhes importantes e que levaram mais tempo para serem executadas, como o tratamento do subleito da via, onde o lastro é assentado posteriormente. O posicionamento dos dormentes de concreto, que garantem maior estabilidade à via, e o posicionamento dos trilhos geralmente ocorre na fase final da implantação.

Os trilhos, após serem fixados aos dormentes, são soldados com a via principal através do processo chamado de solda aluminotérmica. Trabalhos de nivelamento e socaria mecanizada garante que a nova via esteja sem desníveis garantindo segurança ao trem e aos passageiros, uma vez que o vão entre a plataforma é ajustado.

Os serviços de rede aérea visam ajustar o posicionamento dos fios de contato para o local onde o trem irá se deslocar, de forma que seja garantida a alimentação elétrica das composições.

Por fim, são realizados testes com uma composição para verificar as condições da nova via, o gabarito do trem, entre outros fatores. O trecho foi liberado pela CPTM e agora os trens que seguem nos dois sentidos passam por dentro da estação João Dias.

Caso tudo ocorra dentro do planejado, a estação João Dias estará aberta para toda a população a partir do mês de setembro. A obra é fruto de investimento da iniciativa privada e está sendo construída pela Telar. Quando aberta ao público poderá atender mais de 10 mil passageiros todos os dias.

Total
1
Shares
1 comment
  1. Uma coisa me incomoda nessa estação por ser nova: a cobertura da plataforma que vai segue o patrão das estações mais recentes que também cobre o trem. do jeito que fizeram, a plataforma viverá molhada e suja nos dias de chuva

Comments are closed.

Previous Post

Responsável pelas obras da Linha 17, Coesa tem nova sócia no projeto, a KPE

Next Post

Estação Brigadeiro também tem licitação de “naming rights” sem interessados

Related Posts