CPTM estuda a possibilidade de levar o Expresso Turístico até Aparecida

Novas viagens para Campos do Jordão e Santos também estão em avaliação. Viagens de testes deverão ser realizadas para verificar a viabilidade técnica e econômica do serviço
Expresso Turistico deve ter viagens para Aparecida (Jean Carlos)
Expresso Turistico deve ter viagens para Aparecida (Jean Carlos)

A CPTM tem feito investimentos no Expresso Turístico, serviço especial que realiza viagens para Mogi das Cruzes, Jundiaí e Paranapiacaba. Com objetivo de expandir o serviço, a companhia pretende tirar do papel novos roteiros.

Segundo jornal jornal Folha de São Paulo, a CPTM trabalha com a possibilidade de expandir o serviço para três roteiros: Aparecida, Campos do Jordão e Santos.

Siga o MetrôCPTM nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

O roteiro para Aparecida já teria até data para operar: 12 de outubro. Nesta data comemora-se o dia de Nossa Senhora Aparecida onde milhares de devotos vão até a cidade.

Antes da concretização do roteiro, será realizada uma viagem de teste que tem tempo estimado de 5h30 minutos entre Luz e Aparecida. Serão avaliados desempenho operacional e aceitação do público.

Outras empresas estarão envolvidas no processo. Uma delas poderá ser a MRS Logística que opera o trecho entre Eng. Manoel Feio até o Rio de Janeiro, parte da linha férrea que será utilizada para o novo trem.

Traçado entre Luz e Aparecida (CPTM)
Traçado entre Luz e Aparecida (CPTM)

Entidades de preservação como a ABPF podem também participar do projeto. A princípio, alguns carros do expresso turístico, de posse da entidade, são cedidos para a CPTM.

Há também a previsão de inclusão de novos carros. Um deles seria o carro restaurante que, no caso da viagem até Aparecida, seria obrigatório por lei federal dado o tempo de viagem.

A Litorina da CPTM, carro especial utilizado até então para viagens administrativas, também pode entrar no pacote.

A CPTM estudou anos atrás a possibilidade de roteiros de dois dias onde a composição partiria no período matutino e teria retorno previsto para o dia seguinte, de forma que os passageiros pudessem ter uma melhor experiência de viagem.

Tempo de viagem estimado entre Luz e Aparecida (CPTM)
Tempo de viagem estimado entre Luz e Aparecida (CPTM)

As viagens neste modelo abre a chance para aumentar as receitas não tarifárias da empresa e, inclusive, firmar parcerias em âmbito turístico, o que pode tornar o roteiro ainda mais atrativo.

Total
1
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
10 comments
  1. Bacana a iniciativa para Aparecida. Na região Leste de SP, um trem turístico regular para Guararema teria muito potencial. A cidade em si tem muitos atrativos (parques, gastronomia, turismo rural) e já tem uma estrutura férrea com passeios curtos. Além disso o trajeto seria relativamente curto.

    1. Ótima sugestão esta até Guararema, eu penso exatamente o mesmo, acho bem desinteressante o Expresso até Mogi das Cruzes, pois é um trecho que a CPTM já cobre com seus trens.
      Outro trecho que eu sugeriria seria até ir além de Jundiai e chegar até Vinhedo, que também é uma cidade Turística.

  2. o modelo ferroviário brasileiro deveria ser o da permissão e não de concessão, como já ocorre em diversos países pelo mundo.

    o estado fica responsável pela via permanente e infraestrutura. se um operador privado quiser explorar a malha, seja para carga, turismo ou passageiros, pagaria pelo direito de passagem. e com isso permitira ao poder público usar a malha para transporte ou mesmo turismo, como nesse caso, sem pedir benção ou pagar pelo direito de passagem para as concessões.

    também abriria possibilidade de mais operadoras , inclusive as “shorts lines”, inibiria o abandono da malha pelas concessionarias. e onde realmente não fosse viavel para nada, o trecho seria desativado de forma organizada, não simplesmente largado.

    1. Falou bem em certas partes desta vez, mas errou em outras como em desativar sendo que todo trecho tem que ser ativado mesmo que com pouco movimento.

  3. Por mim, já poderia fixar a rota para Aparecida no lugar da rota para Mogi das Cruzes, que na minha visão, é o trecho mais inútil do Turístico! Já que o mesmo trajeto pode ser feito por um valor menor na própria Linha 11.

  4. Eu vou me refiliar à ABPF-Regional São Paulo e vou dar um jeito de participar dessa viagem experimental em outubro e depois que recuperarem os carros Budd dos antigos trens Santa Cruz, Vera Cruz e Trem de Prata, vou dar um jeito de fazer essas viagens na faixa ou pagando um valor bem módico! Será muito interessante fazer passeios especiais como esse, assim como eu consegui ir pra Santos num trem especial em junho de 2004, irei nesse aí de Aparecida, sempre quis fazer essa viagem!
    No caso de incluir Campos do Jordão no roteiro, o governo estadual terá que recuperar o trecho de serra da Estrada de Ferro Campos do Jordão com novas e modernas automotrizes elétricas, nova rede área, novos trilhos e dormentes, correção geométrica das curvas, modernização das subestações elétricas e uma vigilância permanente e rígida para impedir roubos de fios, vai muito dinheiro nisso tudo aí, mas o importante é fomentar o turismo em Pindamonhangaba, Santo Antonio do Pinhal e Campos do Jordão e está precisando porque Gramado e Monte Verde estão ficando mais badaladas!

  5. Hoje a CPTM e Mrs desmentiram esse roteiro para Aparecida ,trata se de fake news da folha ,a Mrs diz que não há viabilidade técnica ,mas sabemos que é mentira , dá sim com 3 horas de viagem o trem chegar em Aparecida ,mas a Mrs que​ se acha dona dá via férrea não quer permitir o expresso dos Romeiros ,a CPTM o governo não quer fazer força para manter esse trem, infelizmente não teremos o trem para Aparecida ,a não ser que a sociedade , todos unidos reinvidiquem esse direito,peçam aos deputados e prefeitos o apoio ,tem que ter força política ,por vontade política esse trem já estaria prestando serviço .

Comments are closed.

Previous Post

Metrô retoma licitação de telecomunicações da Linha 17-Ouro

Next Post

Julio Castiglioni assume a presidência do Metrô de São Paulo

Related Posts