CPTM investirá R$ 4,8 milhões para reativar plataformas da estação Palmeiras-Barra Funda

O contrato com duração de 24 meses tem como principal objetivo a requalificação das plataformas 7, 8, 9 e 10 que deverão ser utilizadas futuramente pelos trens das Linhas 11-Coral e 13-Jade
Plataformas 7/8/9/10 serão reativadas (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

A CPTM divulgou nesta quinta-feira (02) a adjudicação do contrato para a execução de obras de adequação da estação Palmeiras-Barra Funda. A companhia tem a intenção de realizar a reativação das plataformas 7, 8, 9 e 10 que atualmente estão desativadas e que serão utilizadas pelas Linhas 11-Coral e 13-Jade.

O contrato prevê a reforma das últimas plataformas da estação contemplando alterações na disposição de assentos, novos itens de comunicação visual, portões nas extremidades das plataformas e escadas para acesso ao trecho. O site fez um balanço completo das principais mudanças que vão ocorrer na estação.

Estão previstos também acréscimos importantes como a substituição de escadas fixas por escadas rolantes e a implantação de um elevador de alta capacidade que será utilizado pelos passageiros da Linha 13-Jade. As mudanças irão promover o aumento substancial no fluxo de passageiros que utilizarão os novos serviços.

Mudanças na comunicação visual (CPTM)

O contrato para o projeto foi orçado pela CPTM no valor de R$ 5,3 milhões, sendo que a proposta vencedora apresentou o valor de R$ 4,8 milhões, representando um desconto de aproximadamente 9%.A empresa responsável pela obra será a CLD – Construtora, Laços Detetores e Eletrônica Ltda. O contrato tem prazo de 24 meses, sendo 12 meses para a execução das obras e 12 meses para a operação assistida.

Total
13
Shares
Previous Post

Veja a decisão da Justiça que confirmou a BYD à frente da fabricação dos trens da Linha 17-Ouro

Next Post

Metrô suspende licitação de extensão da Linha 15-Prata até Jacu Pêssego

Related Posts