CPTM vai oferecer rede Wi-Fi gratuita em suas estações

Concessão da rede de dados permitirá a oferta de internet nas estações por até 30 minutos. Serviço poderá ser estendido para os trens. Contrato de 120 meses foi fechado por R$ 1,1 milhão
CPTM vai oferecer Wi-FI em suas estações (Jean Carlos)
CPTM vai oferecer Wi-FI em suas estações (Jean Carlos)

A CPTM publicou nesta quinta-feira (24) o extrato do contrato para a concessão de serviços de transmissão de dados através de redes sem fio nas linhas 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira, 13-Jade e na estação Palmeiras-Barra Funda.

Siga o MetrôCPTM nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Por meio de deste contrato, a concessionária poderá oferecer serviços de internet para todos os passageiros por meio de Wi-Fi. A proposta é de que todos os usuários tenham direito a 30 minutos de conexão gratuita.

A velocidade de transmissão de dados deverá ser de no mínimo 512 kbps para pelo menos 100 passageiros. As áreas preferenciais de acesso à rede são nas plataformas e linhas de bloqueio.

A empresa será responsável pela implantação, administração e manutenção da rede nas estações da CPTM. Também poderá ser feita a exploração do serviço no interior dos trens, mediante aprovação prévia da CPTM.

Internet também poderá ser oferecida dentro dos trens (Jean Carlos)
Internet também poderá ser oferecida dentro dos trens (Jean Carlos)

A concessionária será remunerada mediante anúncios veiculados a cada 10 minutos nos dispositivos conectados à rede Wi-Fi, ou também por meio da oferta de pacotes de conexão melhores, seja em tempo ou em velocidade.

O contrato foi fechado junto a BR Networks Participações Ltda que vai explorar o serviços durante 120 meses, sendo prorrogados por no máximo 240 meses. O valor do contrato é de R$ 1,1 milhões.

O Metrô também está concedendo o serviço de internet gratuita, mas num projeto mais abrangente e que deve proporcionar um acesso de melhor qualidade.

Total
0
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Faleceu o “pai” do icônico logo do Metrô de SP, arquiteto João Carlos Cauduro

Next Post

Concessionária MetrôRio propõe concluir estação Gávea mediante extensão e unificação de contrato

Related Posts