Futuras estações Boa Esperança e Jacu Pêssego, da Linha 15, ganham aval da prefeitura para implantação

Avatar
Câmara Técnica de Legislação Urbanística, da secretaria de Desenvolvimento Urbano da capital, aprovou por unanimidade futuras paradas do monotrilho e pátio Ragueb Chohfi
Construção do monotrilho na avenida Ragueb Chohfi: extensão a caminho (itechdrones)

O Metrô obteve nesta semana a aprovação do comitê de legislação urbanística da Prefeitura de São Paulo para obter a Licença Ambiental de Instalação das futuras estações Boa Esperança e Jacu Pêssego, da Linha 15-Prata, além do pátio Ragueb Chohfi, na mesma região. A votação unânime a favor do seguimento do projeto permitirá que a companhia possa buscar agora a LAI e avançar com o projeto de expansão do ramal, que será implantado no eixo da avenida Ragueb Chohfi.

As duas estações e o novo pátio fazem parte do Trecho 3 do projeto do ramal de monotrilho. O Trecho 1, entre Vila Prudente e Oratório, além do pátio Oratório, foi o pioneiro, enquanto o Trecho 2 foi concluído em 2018 com oito estações até São Mateus.

O Trecho 3, por sua vez, foi dividido pelo Metrô em seis blocos:

  • 3A – Estação Jardim Colonial (em construção);
  • 3B – Pátio Ragueb Chohfi;
  • 3C – Via elevada entre Colonial e o pátio;
  • 3D – Estações Boa Esperança e Jacu Pêssego;
  • 3E – Via elevada entre o pátio e a estação Hospital Cidade Tiradentes;
  • 3F – Estações Érico Semer, Márcio Beck, Cidade Tiradentes e Hospital Cidade Tiradentes.

Além deles, há também o Trecho 4, que compreende a estação Ipiranga e as vias até Vila Prudente.

Plantas das estações Boa Esperança e Jacu Pêssego e do pátio Ragueb Chohfi

Estimativa para 2024

A nova etapa de expansão da Linha 15 deve acrescentar cerca de 3 km ao ramal de monotrilho e ainda precisa que as obras das estações e do pátio sejam licitadas – as vias estão no contrato do consórcio CEML. A intenção da gestão Doria é que Jacu Pêssego e Boa Esperança sejam entregues até 2024, assim como Ipiranga. Pela rapidez com Jardim Colonial está sendo construída, trata-se de uma meta viável, não há dúvida.

Já o novo pátio será necessário para comportar mais composições da Bombardier. No projeto original, a Linha 15 terá 54 trens Innovia 300 em sua frota, o dobro da quantidade atual. Na planta disponibilizada na avaliação do comitê, é possível notar que Ragueb Chohfi terá um layout diferente do pátio Oratório, com acesso dos trens pelo centro do terreno perpendicular à avenida Ragueb.

Haverá uma área coberta para manutenção à oeste do terreno e um estacionamento descoberto à leste. Para chegar a essas áreas os trens farão uma curva de mais de 180º no fundo do pátio.

Trecho de 3 km receberá duas estações e o segundo pátio de manutenção
Total
30
Shares
4 comments
  1. Será muito bem vindo essas 3 novas estações, vão ajudar milhares de famílias ao seu deslocamento aos demais territórios do município de São Paulo. Além de geração de empregos e renda na construção civil. Conforme o atual secretário estadual de fazenda e planejamento Henrique Meirelles diz “A melhor política social que existe é o emprego”.

  2. Entra prefeito e sai prefeito e ninguém toma uma medida para a duplicação no trecho até Cidade Tiradentes e nem sobre as novas avenidas na Zona Sul que abririam espaço pra Linha 17. Kassab, Haddad, Doria e Covas. NINGUÉM SE MANIFESTA!

  3. A Estação Jacu Pêssego vai ser excelente pra ir pra Unifesp da zona leste que inaugurou este ano ali perto. Começou só com Geografia, mas ainda vão inaugurar mais cursos lá.

Comments are closed.

Previous Post

Segundo cronograma do governo, estação Varginha só ficará pronta em 2023

Next Post

Ação popular consegue anular contrato de instalação de portas de plataforma do Metrô

Related Posts