Governo do estado espera atrair mais de R$ 10 bilhões em investimentos em concessões sobre trilhos

Avatar
Valor inclui os projetos do Trem Intercidades e da concessão das linhas 8 e 9 da CPTM
Projeto do Trem Intercidades até Campinas deve atrair investimentos de quase R$ 8 bilhões

O governo do estado apresentou nesta sexta-feira, 16, o programa “Retomada 21-22”, que reúne vários projetos capazes de atrair cerca de R$ 36 bilhões em investimentos. Quase um terço desse valor compreende dois projetos de concessões sobre trilhos, ou algo como R$ 10,7 bilhões em valores atuais.

Os projetos ferroviáros incluídos pela gestão Doria são conhecidos: trata-se de três linhas da CPTM e também o programa de trens regionais. Segundo a Secretaria da Fazenda, a expectativa é que a concessão das linhas 8 e 9 da CPTM atraia investimentos de US$ 500 milhões enquanto o projeto do Trem Intercidades, cerca de US$ 1,4 bilhão.

Durante a apresentação no Palácio dos Bandeirantes, o secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, cometeu uma gafe ao afirmar que o Trem Intercidades irá transportar 565 mil passageiros por dia, Na verdade, esse número inclui o serviço Intermetropolitano entre Francisco Morato e Campinas, e sobretudo a Linha 7-Rubi, que hoje transporta quase meio milhão de usuários e será colocada no pacote.

Apesar do anúncio, o governo não quis estimar datas para que esses editais sejam publicados. Segundo o governador João Doria, “as datas dos editais serão informadas oportunamente”. Segundo recentes manifestações de integrantes da CPTM, é esperada que a consulta pública para o projeto do Trem Intercidades ocorra até novembro. Já a concessão das linhas 8 e 9 deveria ter seu edital divulgado, em agosto, mas a Secretaria dos Transportes Metropolitanos está finalizando a reavalição da modelagem diante das mudanças causadas pela pandemia do coronavírus.

Pelo ritmo de andamento dos dois projetos, é de se esperar que os leilões ocorram durante 2021. Segundo Meirelles, a concessão das linhas 8 e 9 já atraiu “diversas manifestacões de interesse”.

Slide sobre a concessão das linhas 8 e 9

Road show

O secretário de relações internacionais, Julio Serson, revelou que o governador terá uma reunião na próxima segunda-feira, 19, com uma empresa chinesa interessada na área de mobilidade, porém, não deu mais detalhes sobre o assunto. Já no dia 29 de outubro, haverá o Investiment Day para empresas e organismos brasileiros interessados em projetos do estado. Grupos estrangeiros terão, por sua vez, eventos do tipo ‘road show’ por países entre novembro e 15 de dezembro. Meirelles ainda acrescentou que haverá viagens internacionais para mostrar os projetos em 2021.

“Trem bala é um absurdo”

“Nós só trabalhamos com opções viáveis e não com absurdos”, respondeu Doria a uma pergunta da TV Globo sobre se o Trem Intercidades seria um projeto semelhante ao do TAV, bancado pelo governo petista. O tucano previu grandes disputas pelo Trem Intercidades até Campinas e afirmou que o próximo serviço a ser leiloado será o que ligará São Paulo a São José dos Campos. “A nosso ver teremos investidores chineses, mas também franceses, espanhois e japoneses”, completou.

 

 

Total
24
Shares
6 comments
  1. Precisa fazer reformas na estação da Lapa, Vila Leopoldina, e outras.
    Falta acessibilidade.
    Nao tem escada rolante e nem elevador.
    Pessoas com deficiências não podem embarcar.

    1. A estação Lapa precisa ser reconstruída para unificar as linhas 7 Rubi (Luz – Jundiaí da antiga EFSJ) e 8 Diamante (Júlio Prestes – Itapevi da antiga EFS), além de integrar a futura linha 20 Rosa que ligará a estação Santa Marina (linha 6 laranja que será construída) até a Rudge Ramos na região de São Bernardo do Campo.

  2. Os números que o governo mostra é o mais legal. Se gerar 2 milhões de empregos, e cada empregado tiver um custo mensal total de 2000 reais, serao 4 bilhões mensais , ou seja, em 9 meses os 36 bilhões serão apenas com custos trabalhista.

    1. Ninguém investe dinheiro pra perder, os dinheiro investido será para ampliação, construção e desenvolvimento da malha ferroviária, salários e encargos trabalhistas será pago com o lucro gerado por essas linhas, pela demanda de 565 mil passageiros dia, ou você acha que isso é um almoço grátis?

  3. A elaboração dos contratos de concessões por possuírem prazos longos, acima de trinta anos devem ser minuciosamente descritos com a colaboração do sistema jurídico, não devendo dar margens a interpretações vagas e dúbias, assim como já aconteceram com os trens intercidades que não se previu compartilhar trens de passageiros com os de carga, aquele bloqueio para os trens da Linha 13-Jade não terem acesso ao aeroporto de Guarulhos e inúmeros outros, no entanto percebe-se uma atitude afoita dos gestores principalmente nas proximidades dos períodos eleitorais.

    Trens Metropolitanos devem ser prioritários em relação aos Trens Intercidades, pois beneficiam um número muito maior de usuários diariamente, esta importantíssima constatação deve ser levada em conta antes de se fazer uma concessão.

    “Durante a apresentação no Palácio dos Bandeirantes, o secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, cometeu uma gafe ao afirmar que o Trem Intercidades irá transportar 565 mil passageiros por dia, Na verdade, esse número inclui o serviço Intercidades entre Francisco Morato e Campinas, e sobretudo a Linha 7-Rubi, que hoje transporta quase meio milhão de usuários e será colocada no pacote”.

    Porem de acordo que foi colocado no gráfico da matéria publicada em 02/10/20 “Linha 9 Esmeralda é a que menos recuperou movimento de passageiros na CPTM” é divergente e consta os seguintes números mensais: em fevereiro (antes da pandemia) – a Linha 7-Rubi transportou 7.697.653 : 30=256.588 passageiros diários, e em Agosto (durante a pandemia) esta mesma Linha 5.069.448 : 30=168.981, no que se conclui, que segundo aquele gráfico oficial, que mesmo antes da pandemia a linha 7 tinha média diária de 257 mil.

    As estimativas de demanda é de que com a entrada dos Trens Intercidades, acrescentem no máximo 25% deste total, o que perfaz 321 mil, ou seja um número muito abaixo do que informado pelo secretário.

    1. A pandemia trouxe a necessidade de reflexão quanto as futuras estimativas de deslocamento. O homeoffice é uma realidade e o futuro também, prova disso é que a prefeitura de SP vai adequir de forma concreta e 100 mil servidores deixaram de se deslocarem pela cidade. Muitas empresas estão aderindo definitivamente ao homeoffice e isto já está se refletindo na quantidade de cidadãos transportados, vide linha 9 que não recuperou o número pré pandemia e nem vai recuperar, bem da verdade.

      Portanto, é preciso tomar muito cuidado e refazer as projeções futuras de demanda nas licitações para que o governo não tenha que arcar com questionamentos judiciais futuros e/ou diferenças tarifárias absurdas ocasionadas por demanda abaixo das expectativas.

Comments are closed.

Previous Post

Baldy diz que tempo de viagem entre Francisco Morato e Luz pode cair para 43 minutos

Next Post

Vistas de cima, obras da estação Jardim Colonial mostram grande avanço

Related Posts