Metrô dá início ao estudo de impacto ambiental da Linha 20-Rosa

Conhecido pela sigla EIA-RIMA, levantamento deverá ser concluído no primeiro semestre de 2023. Antes disso, companhia deve contar com anteprojeto do ramal
Linha 20-Rosa deverá ter 33 km de extensão e 24 estações (Jean Carlos)

O Metrô de São Paulo deu início ao Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) da Linha 20-Rosa, anunciou o presidente da empresa, Silvani Pereira.

O levantamento deverá ser concluído no primeiro semestre de 2023 e apontará “os possíveis impactos da obra e propondo as medidas de controle e mitigação aos impactos, além da identificação de áreas contaminadas, de bens tombados e sítios arqueológicos, perfil demográfico e socioeconômico das regiões onde a obra será feita”, explicou o executivo.

O estudo ambiental também inclui o trecho da Linha 2-Verde entre Vila Madalena e Cerro Corá, onde existirá a conexão com a Linha 20-Rosa.

Além do EIA-RIMA, o Metrô também está trabalhando no anteprojeto de engenharia do novo ramal, que tem previsão de ser concluído até o final deste ano. Ele trará definições quanto ao traçado e a localização das estações, inclusive sobre a polêmica mudança do trajeto evitando um grande trecho da Avenida Faria Lima, em São Paulo.

Mapa de estações provisório da Linha 20-Rosa (CMSP)

A companhia também contratou o serviço de Financial Advisory (Aconselhamento financeiro), para buscar potenciais de receita financeira na concessão e exploração da linha subterrânea.

No momento, a Linha 20-Rosa teve previsão de contar com 33 km de extensão e 24 estações, entre a região da Lapa e o centro de Santo André, no ABC Paulista. Tudo indica que o trecho prioritário envolverá a implantação do ramal entre Santa Marina e Saúde, considerada de maior potencial de demanda e onde há mais interligações com a rede.

Já o prometido trecho no ABC Paulista, com dez estações, deve ser construído num segundo momento e depende de estudos de viabilidade financeira.

Total
8
Shares
3 comments
  1. Ricardo, tudo bem?
    Entrei em contato com o Metro atraves da Ouvidoria em uma questao sobre a Linha 20, e recebi uma resposta que gostaria de compartilhar com voce. Como posso fazer para te enviar a correspondencia? Sinta-se livre pra entrar em contato comigo pelo email do meu contato abaixo.
    Obrigado!
    Marcos Mendonca

  2. Parabéns para o Metrô de São Paulo, cada vez criando mais linhas. Já o Rio de Janeiro parou no tempo. Cadê Rio as expansões aqui no Rio. Metro Rio já.

  3. Sinceramente se esse estudo realmente decidir pela retirada da linha do eixo da faria lima optando pela Fradique Coutinho vai ser o maior fiascos na mobilidade depois do cancelamento da linha 18, uma linha com propósito morto excluindo metade da região de maior potencial empregatício do traçado, seria absurdo é bom analisarem isso direito viu

Comments are closed.

Previous Post

Enquanto Linha 5 não tem sinal de internet, CPTM vai oferecer Wi-fi em seus ramais

Next Post

Após aditivo, bilheterias no Metrô deverão funcionar pelo menos até 2023

Related Posts