Destaques

Metrô de São Paulo e CPTM com novos presidentes

Governador João Doria anunciou novos nomes nesta sexta-feira (4). Indicados tomaram posse no mesmo dia
Silvani Alves Pereira assumiu presidência do Metrô | Foto: Divulgação

O Metrô de São Paulo tem novo presidente, segundo informou a própria companhia nesta tarde de sexta-feira, 4 de janeiro de 2019: Silvani Alves Pereira assume o comando da companhia no lugar de Paulo Menezes.

O escolhido já foi secretário-executivo do Ministério das Cidades do governo de Michel Temer além de assessor do gabinete da Presidência da Caixa e secretário de Saúde e Gestão Estratégica e Desenvolvimento Econômico e Social no estado do Sergipe. Pereira foi ainda o Secretário Nacional de Políticas Públicas do Ministério do Trabalho.

Além da atuação no governo federal, o novo presidente da Companhia do Metropolitano de São Paulo participa de conselhos de administração em empresas do setor privado e público. Preside os Conselhos de Administração da Trensurb, empresa que opera o Metrô de Porto Alegre (RS) e da CBTU – Companhia Brasileira de Trens Urbanos, que assumiu as linhas ferroviárias de passageiros da extinta RFFSA.

Com o novo cargo, Silvani terá que administrar questões complexas de uma das maiores operadoras de transportes sobre trilhos do país, assim como obras de expansão em atrasos.

CPTM

João Doria, o novo governador do estado, também indicou o novo presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM. Quem assume é Pedro Moro, funcionário de carreira da empresa que substitui Paulo Magalhães. Moro é formado em Administração, Especializado em Gestão e pós graduado em gestão pública. Trabalhava na Diretoria Financeira da CPTM até então. Ambos tomaram posse nesta mesma sexta-feira.

Nota do editor: ao contrário da escolha de Doria para comandar a pasta dos Transportes Metropolitanos (o deputado federal licenciado Alexandre Baldy) desta vez o novo governador ao menos trouxe um quadro federal com alguma familiaridade com o setor de transporte sobre trilhos. O fato de Silvani Pereira acompanhar de perto duas das principais companhias do setor é um alívio, porém, o executivo terá pela frente a missão de comandar a mais importante e complexa operadora de trens do Brasil. Teria sido mais natural optar por colocar no cargo alguém da própria empresa, no entanto, a estratégia do tucano visa a atender seus interesses eleitorais futuros. Ao menos a CPTM continuará sendo administrada por gente da própria empresa.

About the author

Redação

Um comentário

Click here to post a comment
  • Finalmente conseguimos ficar livres dakele fraco “narigudo – magrelo” da gestao anterior. Mentiras mil, promessas + promessas, nunca conseguiu cumprir uma meta seker.
    Estamos TODOS esperando q esse senhor siga as normas e diretrizes do nosso Governador J.Doria.

Posts mais compartilhados

Airway