Metrô deverá substituir o torno de rodas do Pátio Itaquera

O equipamento deverá ser deslocado do Bloco A para o Bloco H. Item é essencial para a manutenção das rodas das composições
O torno de rodas é um equipamento importante para manter as rodas do trem dentro do perfil de projeto (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

O Metrô de São Paulo pretende realizar a substituição do seu torno rodeiro subterrâneo localizado no Pátio Itaquera. A licitação inclui, entre outras atividades, a elaboração do projeto executivo, fornecimento de todos os materiais, execução das obras e infraestrutura necessária para acomodar o novo torno de rodas.

O projeto executivo deverá contemplar de forma detalhada os planos para obras civis, infraestrutura, instalações elétricas, hidráulicas e pneumáticas para a instalação do novo torno. O local escolhido para a alocação do novo equipamento foi o Bloco H do Pátio Itaquera.

Localização do Bloco H (CMSP)

Também deverá estar contemplado, dentro das adequações propostas para o Bloco H, o projeto de instalação do torno e de seus equipamentos auxiliares. Estarão inclusos igualmente sistemas para medição, painel de controle, painel de operação, sistema hidráulico e sistema para extração de resíduos diversos como cavaco (sucata metálica), fumaça e pó.

A empresa escolhida será responsável pelo fornecimento, ensaio, montagem e instalação do novo equipamento. Deverão ser realizados testes para o comissionamento do equipamento antes do mesmo entrar em operação plena. Os treinamentos para as equipes do Metrô, bem como o fornecimento de materiais sobressalentes também são de responsabilidade da empresa contratada. 

Bloco H deverá ser adaptado para receber o novo equipamento (CMSP)

Está incluso no contrato o fornecimento de um notebook com hardware robusto que contenham todos os softwares necessários para a programação e parametrização do novo equipamento, tais ações serão importantes para uma melhor configuração da máquina ante as necessidades operacionais do Metrô.

O torno rodeiro existente atualmente está localizado na linha 12 dentro do Bloco A do Pátio Itaquera. Este equipamento deverá ser desmontado e, após esta ação, o local deverá passar por um processo de limpeza e drenagem. O torno antigo deverá ser acondicionado em local específico para que o Metrô realize a destinação que lhe aprouver ao equipamento.

Localização do Bloco A (CMSP)

O torno de rodas constitui-se como um importante equipamento na manutenção dos trens. Através dele os trens do metrô passam pelo processo de reperfilamento das rodas, procedimento periódico onde a superfície de rolamento é usinada de forma que não apresente imperfeições no seu perfil. Desta forma os trens poderão circular com maior segurança, menor trepidação e evitarão o desgaste prematuro de equipamentos de via, inclusive reduzindo substancialmente a ocorrência de quebras destes equipamentos e os descarrilamentos.

Torno de rodas existente que deverá ser removido (CMSP)

O orçamento para a licitação da instalação do novo torno de rodas no Pátio Itaquera possui orçamento sigiloso. As empresas interessadas deverão enviar suas propostas até o dia 17 de dezembro para que possam ser apreciadas pela Companhia do Metropolitano. O julgamento final deverá levar em consideração o menor preço pelos serviços oferecidos.

Total
8
Shares
Previous Post

‘Tatuzão’ da Linha 2-Verde poderá vir da China

Next Post

CPTM comprará nova composição para a via permanente

Related Posts