CPTM e Metrô deixam de funcionar até 1 hora da madrugada dos domingos

Linhas das duas companhias agora fecharão à meia-noite do sábado. Mudança, a princípio, é provisória e influenciada pela quarentena
Mesmo parcial, greve na CPTM teve efeitos mais graves do que o Metrô (GESP)

A partir deste sábado, 23 de maio, as linhas do Metrô e da CPTM passarão a encerrar a operação à meia-noite. Trata-se da redução no hoário de funcionamento tradicional aos fins de semana, que fazia com que os ramais ficassem abertos até a 1 hora da madrugada a fim de facilitar o retorno de passageiros de lazer.

A medida foi motivada pelo baixo movimento de usuários por conta da quarentena, mas também porque o quadro de funcionários das duas empresas e das concessionárias está desfalcado, afetado pelos reflexos da pandemia do coronavírus.

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos também ressaltou que “a antecipação em uma hora no fechamento das estações dará mais tempo também para as equipes trabalharem nas obras de modernização, melhorias e manutenção do sistema durante a madrugada”. De fato, o período de manutenção aos domingos é bastante curto já que o Metrô retoma a operação às 4h40 enquanto a CPTM reabre ainda mais cedo, às 4 horas, restando apenas três horas para a realização de serviços nos 270 km que compõem as suas sete linhas.

Embora a STM não tenha esclarecido, a redução no horário de funcionamento deverá ser provisória e à medida que haja condições e demanda, as duas companhias deverão voltar ao formato antigo aos sábados e domingos. A secretaria ainda informa que a medida não afeta os ônibus da EMTU.

Total
11
Shares
Previous Post

Após impasse, TCU volta a permitir extensão de contrato que abre caminho para o Trem Intercidades

Next Post

Governo do estado amplia número de estações com cabines de descontaminação

Related Posts