Destaques Linha 5

Queda de cabos de energia faz Linha 5-Lilás suspender operação entre Capão Redondo e Santo Amaro

ViaMobilidade informou que o trecho voltou a operar às 14h16 após quase 10 horas de interrupção
Linha 5 do Metrô: queda de cabos paralisou trecho com cinco estações

A Linha 5-Lilás amanheceu com o trecho entre Capão Redondo e Santo Amaro inoperante nesta terça-feira (25) devido a um problema durante a madrugada, período em que são realizadas manutenções nas vias. Segundo a ViaMobilidade, que opera o ramal de metrô, cerca de 1 km de cabos da rede aérea caíram ocasionando a interrupção da alimentação elétrica dos trens.

Sem condições de energizar o trecho, a concessionária acionou o plano Paese desde às 4h40. Com isso, os passageiros que se utilizam as cinco estações (Capão Redondo, Campo Limpo, Vila das Belezas, Giovanni Gronchi e Santo Amaro) tiveram de fazer uso dos ônibus gratuitos para se deslocar.

A ViaMobilidade informou que o trecho voltou a funcionar às 14h16 e a operação está sendo normalizada. A empresa afirmou que “a queda foi ocasionada pelo rompimento dos cabos durante a manutenção preventiva, e as causas estão sendo apuradas”.

Catenária

A Linha 5-Lilás, diferentemente das primeiras linhas do Metrô, faz uso da alimentação aérea para energizar a via. Nos trechos elevados são as chamadas catenárias, com cabos tensionados enquanto na maior parte do trecho subterrâneo há um trilho fixo no teto dos túneis. Já nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha esse processo é feito pelo terceiro trilho, que está localizado na parte inferior da via.

Atualizado às 15h10.

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Airway