Sem empréstimo do BNDES, Linha 6 pode atrasar

É o que deu a entender a Odebrecht Transport, que precisa de financiamentos de longo prazo para dar sequencia às suas concessões
Poço do acesso principal da estação já tem sete metros de profundidade
Poço do acesso principal da estação já tem sete metros de profundidade
Poço do acesso principal da estação já tem sete metros de profundidade
Poço do acesso principal da estação já tem sete metros de profundidade

Parte do consórcio Move São Paulo, responsável pela Linha 6-Laranja, a Odebrecht Transport se desfez nesta semana de duas operações, o BRT do Rio e sua parcela ViaQuatro em São Paulo. O objetivo foi arrecadar recursos para seguir com seus 17 projetos no setor, entre eles a nova linha do Metrô de São Paulo.

Mas o presidente da empresa da Odebrecht fez um alerta: “As obras estão dentro do cronograma. Mas, com recursos próprios e empréstimos-ponte, mas não se faz metrô”, disse. Segundo ele, apenas os empréstimos de longo prazo podem manter os investimentos nessas obras, mas o braço de transporte da Odebrecht até agora não conseguiu destravar um empréstimo do BNDES para viabilizar esses projetos, que inclui também o Aeroporto do Galeão, onde é sócia na concessionária RioGaleão.

A dificuldade estaria relacioanada ao envolvimento do grupo na operação Lava Jato, que investiga desvios na Petrobras, mas Cesena diz que a Odebrecht Transport não foi denunciada e não deveria arcar com esse problema.

Inauguração em 2021

A Linha 6-Laranja é a primeira PPP plena na área de transporte ferroviário no Brasil. O contrato foi assinado em 2014, mas as obras, de fato, começaram no ano passado. O ritmo está aumentando, mas as dificuldades iniciais com desapropriações já colocaram a data de inauguração para 2021, um ano depois do previsto. O receio é que, sem dinheiro, o consórcio acabe reduzindo esse ritmo ou desistindo do projeto.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post
Vigas da linha 13

CPTM abre programa de visitas às obras da Linha 13-Jade

Next Post
Série 8500 da CPTM (foto: Paparazzi Ferroviário)

Primeiro trem da Série 8500 da CPTM entra em operação no dia 6 de julho

Related Posts