Acesso Bela Cintra da estação Paulista tem licitação de obras civis lançada

Nova entrada da estação da Linha 4-Amarela ficará atrás do acesso principal, localizado na rua da Consolação, e deve facilitar a vida dos usuários da região da rua Augusta
Onde ficará a nova entrada da estação Paulista (Reprodução/Google)

O Metrô lançou nesta terça-feira, 15, a licitação das obras civis do acesso Bela Cintra da estação Paulista, parte da Linha 4-Amarela. Trata-se na verdade de uma espécie de corredor que levará os passageiros até a parte anterior do acesso localizado na rua da Consolação.

Para isso, a companhia desapropriou uma área lateral de um imóvel localizado no número 1.032 da rua Bela Cintra e que hoje é ocupado pela Secretaria do Desenvolvimento Social. Com 186 m², o terreno possui cerca de 75 metros de extensão.

Apenas para ilustrar as possibilidades da nova entrada, hoje o usuário precisa contornar todo o imenso quarteirão para chegar à estação, uma caminhada de 240 metros baseada onde ficará o acesso. Certamente haverá um impacto, pequeno mas importante, para os passageiros da região da rua Augusta e imediações e que se dirigem à Linha 4-Amarela.

A sessão de recebimento de propostas ocorrerá em 20 de agosto, já o período de vigência do contrato é bastante curto, de sete meses, e execução das obras, de apenas três meses.

A estação Paulista é a 4ª mais movimentada do ramal operado pela concessionária ViaQuatro. Em maio, ela recebeu 38 mil passageiros em média nos dias úteis, atrás apenas das estações da Luz, República e Pinheiros. Trata-se um movimento ainda muito aquém de dezembro de 2019, quando a parada recebeu nada menos que 122 mil usuários por dia útil.

Croqui de desapropriação: acesso pelos fundos da estação Paulista (CMSP)
Total
13
Shares
1 comment
  1. Poderiam fazer uma entrada pela Av. Angélica também. É só desapropriar parte de um estacionamento.

Comments are closed.

Previous Post

Estação Brigadeiro fica sem patrocínio após oferta de R$ 120 mil

Next Post

Relatório do Metrô aponta Linha 17-Ouro pronta apenas em 2023, mas empresa nega

Related Posts