Destaques Linha 5 Metrô de São Paulo

Alto da Boa Vista começa a receber portas de plataforma

Estação é a oitava da Linha 5-Lilás do Metrô a ter o equipamento sendo instalado. Outras três paradas também estão em vias de contar com recurso de segurança
Estação Alto da Boa Vista (GESP)

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) divulgou imagens do início da montagem das portas de plataforma na estação Alto da Boa Vista nesta semana. A parada da Linha 5-Lilás havia recebido os materiais em janeiro e passou por um trabalho topográfico antes de ser preparada para receber o equipamento.

Segundo a secretaria “foram feitos diversos trabalhos topográficos, a elaboração do projeto para marcar os pontos exatos onde os postes serão colocados e posteriormente a furação e corte da plataforma. O trabalho topográfico está atualmente sendo feito nas estações Campo Belo, Moema e Chácara Klabin”.

Alto da Boa Vista será a oitava estação a receber as fachadas de segurança, de 17 estações do ramal operado pela ViaMobilidade. Ela foi inaugurada em setembro de 2017 sem as PSDs por problemas com a subcontratada da Bombardier, responsável pelo contrato. Para não atrasar ainda mais sua abertura, o consórcio construtor instalou um piso provisório e não apenas ela como Borba Gato começaram a operar sem as portas. Apenas Brooklin recebeu na época o equipamento, mas incompleto e que só entrou em operação em junho do ano passado.

Funcionários trabalham na fixação das bases das colunas das portas de plataforma (GESP)

Com a conclusão dos trabalhos nas quatro estações da nova fase restantes, a Bombardier focará no trecho original da Linha 5-Lilás, com sete estações e que não foram projetadas para receber as PSDs. As duas primeiras estações que receberão as fachadas serão Capão Redondo e Largo 13.

Agora todas as estações da expansão estão com portas de plataforma operando ou em montagem
Leia no Lulica
Como lidar com a diferença de idade entre irmãos? 23/7/2020

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Um comentário

Click here to post a comment
  • Essas portas apesar de evitarem quedas acidentais, são um problema enorme em hora de falhas. Basta uma pequena aglomeração, que os usuários ficam presos, entre as portas da estação e do trem. Já vi operadores de trem, abrindo as portas da composição às pressas, para evitar que o trem saia e aconteça uma tragédia. Fora que elas vivem dando falhas. Deveriam utilizar uma tecnologia mais segura.

Airway