Com greve adiada, Metrô funciona normalmente nesta quarta, dia 18

Sindicato dos Metroviários, no entanto, manteve “estado de greve”, postergando possível paralisação para 25 de maio
Trem da Linha 1-Azul (Jean Carlos)

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo decidiu em assembléia na noite da terça-feira adiar a greve marcada para esta quarta-feira, 18 de maio. Com isso, as quatro linhas operados pelo Metrô – Linha 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata – funcionarão normalmente.

No entanto, a categoria remarcou a proposta de greve para o dia 25 de maio. No dia anterior haverá uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho e à noite uma nova assembleia para decidir se haverá paralisação.

Segundo o sindicato, a direção do Metrô decidiu propor a realização do ciclo de mérito de 2021 em agosto, uma reinvidicação relativa aos “steps”, que prega a isonomia entre funcionários em início de carreira e que já atingiram o teto da função.

A companhia manteve a proposta de reajuste de 12,26% enquanto o sindicato exige 20%. Por outro lado, o Metrô se negou a pagar “participação nos resultados/lucro” além do chamado “vale-peru”, diante dos seguidos prejuízos financeiros da empresa.

Os metroviários queriam também que o Metrô reintegrasse os demitidos em 2019 e também os funcionários desligados por aposentadoria especial em 2020, o que não foi aceito.

Total
12
Shares
Previous Post

Há dois anos governo do estado tenta liberar financiamento de R$ 2,8 bilhões para a Linha 2-Verde

Next Post

Em nova reviravolta, ‘tatuzão’ da Linha 2-Verde virá da China

Related Posts