Contrato das estações Boa Esperança e Jacu Pêssego será assinado “nos próximos dias”, diz Metrô

Presidente da companhia revelou informação a seguidor neste domingo. Licitação de extensão da Linha 15-Prata teve as propostas abertas há cinco meses e permanece oficialmente sem um vencedor revelado
Na parte inferior, terrenos vazios onde ficarão os acesso da estação Boa Esperança (iTechdrones)

O Metrô de São Paulo deve assinar contrato para a construção das estações Boa Esperança e Jacu Pêssego, da Linha 15-Prata (além do pátio Rague Chohfi) nos próximos dias, informou o presidente da companhia, Silvani Pereira, em seu perfil em rede social.

Silvani, no entanto, não apontou qual consórcio foi escolhido nem porque o Metrô ainda não comunicou sua decisão após receber propostas de 11 concorrentes em maio.

Cinco meses atrás, o consórcio Paulista Linha 15 (Heleno & Fonseca, Paulitec e Nova Engevix) ofereceu a proposta de valor mais baixo, mas que, pelo que o site apurou, não poderia ser aceita por conta de não atender um dos requisitos do edital.

Trata-se de uma medida de segurança na licitação para evitar propostas com baixa possibilidade de serem executadas, uma tentativa de vencer o certame e depois buscar algum tipo de aditivo para majorar os preços.

Segundo essa regra, a menor proposta não poderia ficar abaixo de 70% de R$ 480 milhões, média das 11 propostas entregues, ou R$ 336 milhões. Porém, o consórcio Paulista Linha 15 pediu apenas R$ 319 milhões.

Com isso, o segundo colocado, o consórcio Engibras e Eneplan (proposta de R$ 450 milhões) deverá ser apontado como vencedor da concorrência.

O contrato de engenharia e obras civis tem prazo de entrega de 46 meses, mas o governo prevê que as duas novas estações, localizadas após Jardim Colonial e que ampliarão o ramal de monotrilho em cerca de 3 km, poderão ficar prontas até 2024.

Galpões onde ficará o pátio Ragueb Chohfi (iTechdrones)
Total
6
Shares
4 comments
  1. Vão aproveitar a cerimônia de inauguração da estação Jardim Colonial para anunciar o consórcio vencedor.

  2. Manobra de politicagem.

    Vão aproveitar o hyper e holofotes da inauguração de Colonial para divulgar novas informações.

Comments are closed.

Previous Post

BYD admite antecipar entrega de monotrilho da Linha 17 em março de 2022

Next Post

Bilheterias do Metrô e da CPTM serão extintas até o fim do ano

Related Posts