Como parte de melhorias aplicadas pela empresa nos últimos meses, a CPTM anunciou nesta segunda-feira, 20, que a Linha 12-Safira terá o tempo de espera pelo trens reduzido em 30 segundos em média no horário de pico. A razão é que a companhia passará a utilizar mais um trem durante entre 4h45 e 8h15 e 16h30 e 21 horas, o que permitirá um intervalo de 5 minutos em meio contra a média de 6 minutos anteriormente.

Há algumas semanas, a CPTM anunciou que o tempo de viagem total da Linha 12 caiu de 62 para 52 minutos graças à várias ações para reduzir o número de cautelas no ramal, ou seja, restrições de velocidade motivadas por trechos de vias com problemas. Realizadas pela própria empresa, essas obras incluíram a mudança no posicionamento e alteração das placas de velocidade, que resultaram no aumento na velocidade média dos trens, o remanejamento da via permanente nas proximidades de Engenheiro Goulart, onde começa a Linha 13-Jade, e também a conclusão de uma obra no córrego Tiquatira, realizada pela Prefeitura de São Paulo, e que eliminou a necessidade de os trens circularem em baixa velocidade entre Tatuapé e Engenheiro Goulart.

“A possibilidade de incluir com segurança mais um trem na Linha 12 é claramente resultado dessas melhorias. Sabemos da importância desta linha para a população e por isso estamos trabalhando para tornar a viagem mais rápida, confortável e segura para todos”, afirmou Pedro Moro, presidente da CPTM.

Ainda longe dos 3 minutos

As melhorias na Linha 12-Safira, uma das mais precárias da CPTM, mostram que a companhia depende apenas de gestão para aprimorar parte de seu serviço. Por anos senão décadas, problemas que causam viagens lentas aflingem os passageiros sem que existisse uma solução simples. O caso da Linha 7, que teve um trecho reformado pela empresa após duas décadas de restrições, é bastante exemplar desse descaso. Feitas com recursos e equipes próprias, essas obras já poderiam ter ocorrido há muito mais tempo.

Apesar da redução de tempo, a Linha 12 (e outras da CPTM) ainda opera com intervalo bastante elevado para os planos da companhia. A meta é que o tempo de espera no ramal caia para 3 minutos no futuro, quando obras de modernização das vias e a chegada de mais trens permitam isso. Por enquanto, esse panorama ainda deve demorar a se concretizar.

Melhorias no tempo de viagem da Linha 12 incluíram a região da estação Engenheiro Goulart

Leia no Lulica
Insônia, aumento de apetite, problemas de visão 29/9/2020