CPTM assina o segundo termo aditivo para reparar o sistema de radiocomunicação

Aditamento prevê a diminuição de intervenções e aumento do período contratual em 30 meses. O investimento adicional será de R$ 474,9 mil
Sistema de radiocomunicação da CPTM (Jean Carlos)

A CPTM firmou no começo do mês de abril o segundo termo aditivo para o contrato que visa o reparo em componentes do sistema de radiocomunicação em suas linhas. Tal sistema é responsável, entre tantas atribuições, pela comunicação entre os maquinistas e o CCO ao longo do trecho.

O segundo aditamento prevê uma redução do escopo do projeto. Foram excluídos do contrato os serviços que estavam previstos para serem realizados nas Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, concedidas para a ViaMobilidade.

O contrato para o reparo do sistema foi firmado no ano de 2019 por aproximadamente R$ 600 mil. A empresa é responsável por atuar nos equipamentos das “Estações Base Repetidoras”, terminais móveis e terminais portáteis.

Estação de Rádio de Roosevelt (Jean Carlos)

As premissas do contrato preveem a análise dos componentes do sistema indicando suas falhas e seus reparos, incluindo a troca de peças caso seja necessário. A limpeza e a aplicação de produtos para proteção também estão inclusos no contrato.

Além disso, houve aumento do prazo contratual em mais 30 meses. Com isso há o acréscimo de R$ 474,9 mil aos serviços de reparo no sistema de radiocomunicação. A companhia ainda adicionou uma cláusula de resilição que permite o cancelamento do contrato, bastando a CPTM comunicar a contratada com 30 dias de antecedência.

Total
12
Shares
Previous Post

Estações inauguradas por Doria em 2021 continuam com demanda de passageiros modesta

Next Post

Instalação de 88 fachadas de portas de plataforma no Metrô só deve ser concluída em 2025

Related Posts