Estação AACD-Servidor deve começar a funcionar na sexta-feira dia 31 de agosto

Nova estação da Linha 5-Lilás será a primeira inaugurada pela Via Mobilidade que já a “opera” em testes nesta semana
Trens já “operam” em AACD-Servidor mas sem levar passageiros

Os usuários mais atentos da Linha 5-Lilás já podem ter notado que os trens estão exibindo o letreiro “AACD-Servidor” (foto acima) quando seguem no sentido do centro da cidade. Trata-se de um bom presságio: a nova estação deverá começar a funcionar nesta sexta-feira (31) em operação assistida.

Na prática, a operação dos trens já segue até lá para “levar funcionários que estão preparando a estação”, explicou um funcionário da ViaMobilidade ao site. A boa nova é que a empresa eliminou a necessidade de troca de trens na estação Eucaliptos passando a utilizar um AMV (aparelho de troca de via) localizado após Moema. Com isso, o chamado “carrossel” enfim funciona de forma mais eficiente com ambas as plataformas sendo utilizadas.

Esse AMV era um tabu na época do Metrô. Embora fosse a forma mais correta de operar os trens que seguiam até Moema ele não entrou em operação por uma questão técnica nunca explicada pelo governo. Agora, com poucas semanas nas mãos da ViaMobilidade, o aparelho (localizado no Estacionamento de Trens na altura do Parque das Bicicletas) conseguiu cumprir o seu papel.

Segundo uma fonte ouvida pelo site, o governo repassou a estação AACD-Servidor para a ViaMobilidade recentemente e a empresa agora está mudando logomarcas e checando as dependências em preparação para sua abertura. Se tudo correr bem como aparentemente se percebe, na próxima quinta-feira o governador Márcio França (PSB) fará uma “vistoria” no local, um dia antes do início de operação. Como se sabe, políticos que concorrem nas eleições deste ano não podem participar de inaugurações.

A inauguração de AACD-Servidor deve ter um efeito positivo para muitas pessoas que frequentam os três hospitais em seu entorno, Edmundo Vasconcelos, Servidor e a AACD que possui inclusive acesso direto por uma das saídas da estação. Como mostrado pelo site, ela será a mais acessível das paradas do metrô, com um número grande de elevadores.

Perto de Santa Cruz

Após abrir AACD-Servidor, o próximo passo deverá ser abrir as três estações seguintes ao mesmo tempo, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin. Apesar de a primeira estar praticamente concluída é pouco provável que haja uma operação antecipada até lá por conta da complexidade de levar os trens no esquema de vias atual.

O que deve ocorrer é esperar pela conclusão de Santa Cruz, que ainda tem muito trabalho a fazer e pode estourar o prazo de setembro. Com ela pronta enfim veremos a Linha 5-Lilás chegar aonde muitos sonham.

Veja também: A “dança” dos trens da Linha 13-Jade

Composição indo em direção à AACD: manobra após Moema virou tabu na época do Metrô
Total
55
Shares
20 comments
  1. Excelente notícia! Já é muito bom, continuo no aguardo da Estação Santa Cruz, para conhecer as demais estações recém inauguradas – não gosto da ideia de ter de usar ônibus para usar o metrô! Explico: descer na Estação Santa Cruz, pegar ônibus e só então poder utilizar a linha 5, acho terrível…metrô, na minha modesta opinião, deve estar integrados com as linhas existentes, ou seja, linha 5 deve (no sentido de dever mesmo…) ao menos, estar integrada com uma das linhas já existentes, seja a 1 (um) ou 2 (dois) …azul (Sta.Cruz) ou verde (Chácara Klabin)…obrigado!

  2. Quando é para favorecer de verdade o povo, ficam com essa palhaçada. Uma hora, e esse tal de carrossel, uma hora e a estação Santa Cruz que nunca fica pronta, uma hora é o sistema cbtc. Enfim, o povo não tem memória mesmo!!!

  3. Gostei desse parágrafo:
    “Esse AMV era um tabu na época do Metrô. Embora fosse a forma mais correta de operar os trens que seguiam até Moema ele não entrou em operação por uma questão técnica nunca explicada pelo governo. Agora, com poucas semanas nas mãos da ViaMobilidade, o aparelho (localizado no Estacionamento de Trens na altura do Parque das Bicicletas) conseguiu cumprir o seu papel.”

    Não dá pra fazer chover no nordeste tbm?

  4. Eu quero só ver como vai ficar o esquema da operação assistida de Moema, pq não tem como trocar de trem lá, pois não há AMV antes que permita os trens utilizarem apenas uma plataforma, liberando a outra para um trem bate-volta entre Moema e AACD-Servidor (como ocorria até pouco tempo entre Eucaliptos e Moema)

    É capaz do metrô separar uns 2 carros para a turma da operação assistida (Tendo que descer em Moema, enquanto os passageiros pagantes embarcam nos demais carros)

    Algo parecido com a operação assistida na linha 15. Lá é separado os 2 ou 3 primeiros carros para a turma pagante e os demais para a visita assistida (tendo que descer em Oratório e pagar nova passagem)

  5. Cómentario tendencioso! A AMV não funcionava simplesmente por não estar pronta, ainda. Pois, nem Eucaliptos nem Moema estavam prontas para inauguração. Como o ano é político foi inaugurada prematuramente. Esse é o motivo de tanto transtorno. Com a AMV pronta será possível manobras regulares nas duas vias, possibilitando, inclusive a inauguração de AACD.

  6. Prezado Ricardo Meier,

    Você viu a reportagem do Jornal Estação – esses distribuídos nas portas das Estações de Metrô, edição de hoje, 29/08? Há vários erros:

    1 – Uma das 4 estações que será aberta é a SANTA CRUZ, e não SANTO AMARO, que já foi inaugurada em 20/10/2002.
    2 – A Estação AACD facilitará o acesso ao Hospital do Servidor Público ESTADUAL, e não MUNICIPAL.
    3 – A Estação Eucaliptos está em OPERAÇÃO COMERCIAL desde 02/04; SOMENTE MOEMA está em operação assistida.
    E tem também o fato de que a Cia. do Metropolitano de São Paulo NÃO CONFIRMOU todas essas inaugurações em 31/08, divulgadas pelo Jornal Estação.
    O que vc pensa sobre isso? Como um jornal, mesmo sendo distribuição gratuita, pode divulgar informações tão desencontradas? Obrigada!

    1. Oi Ivany, pelo que soube foi um desencontro de informações entre o jornal e o governo. Como havia a previsão de inaugurar as quatro estações este mês aparentemente por um mal entendido o Estadão acabou informando que todas seriam abertas e não apenas AACD.

  7. O Estadão acabou de publicar matéria informando que todas as 4 estações serão inauguradas nesta sexta. Ricardo, consegue confirmar essa informação? Ou seria um erro do jornalismo do Estadão?

  8. Essa ~pseudo~ noticia nao foi confirmada pela Relacoes Operacionais da Via MOBILIDADE, frisando q dificilmente isto ocorrera , pois os problemas tecnicos persistem e geraldo + franca + magrelo narigudo NAO poderao estar presents, sendo assim INAUGURACAO sem mentirosos embusteiros NAO EXISTE !

    1. O metrô já confirmou oficialmente a entrega, em nota sobre a matéria escrita pelo Estadão dizendo que dia 31 seria entregue todas as 4.

      1. Os sites que haviam divulgado essa notícia, atualizaram as informações, dizendo que houve falha entre a assessoria do Metrô e a imprensa, sobre a inauguração das 4 faltantes. Somente a Estação AACD será inaugurada dia 31.

  9. O que não está sendo citado na matéria ( que sim, é evidentemente tendenciosa ) são os seguintes fatos:
    O AMV não estava pronto e não tinha concluído as etapas de testes do equipamento para a homologação e entrega do mesmo para a operação comercial.
    Por este motivo os trens não circulavam ou manobravam no trecho.
    Ou seja : Questão de segurança operacional pois um único trem passando pelo AMV pode estar trnas portando até 2500 pessoas e esse mesmo trem custa 26 milhões de reais.
    Tal equipamento requer meses de testes exaustivos até que não ocorram nenhuma inconsistência de sinalização ou funcionamento.
    Isso requer milhares de ciclos de operação sem nenhuma falha para que seja liberado ( ainda sob observação ).
    A concessionária Via Mobilidade não injetou um único centavo em desenvolvimento ou melhorias tecnológicas.
    Trens;
    Pátios;
    Veículos de manutenção;
    Esmerilhadoras de trilho;
    Track Mobiles:
    Estações;
    Obras;
    Sistema de sinalização;
    Sistema de comunicação;
    Sistema de controle;
    Subestações de retificação de energia;
    Sistema de distribuição;
    E o mais importante:
    Uma linha absolutamente nova, consolidada, em pleno processo de expansão e que estava perfeito funcionamento com um fluxo de usuários gigante e que irá aumentar ainda mais com a expansão e interligações.
    Talvez o grande público não saiba, mas até a empresa que assumiu a bilheteria é paga pelo Metrô e cada um de seus funcionários custou aos cofres da empresa R$3.184,00.
    Mas cada funcionário recebe pouco mais de R$850,00
    Nem o custo com as bilheterias a Via Mobilidade tem.
    Tudo isso foi construído com o nosso suado dinheirinho, fruto dos nossos impostos e entregue à iniciativa privada para explorar por 20 anos e depois devolver.
    Os poucos mais de dois bilhões de reais que serão investidos pela concessionária nos 20 anos de concessão são menos do que o Metrô investe na linha para conservação e manutenção da mesma.
    Outro fato que talvez passe desapercebido pelos leitores e que, somente os 26 trens da frota P custaram 615 milhões de reais.
    Mas linha foi entregue à iniciativa privada pelo valor de quinhentos e oitenta e quatro milhões de reais, também conhecido como dinheiro de pinga.
    Vou explicar o por que :
    Enquanto a linha 5 do Metro de São Paulo foi entregue por 584 milhões de reais, a rede de churrascarias FOGO DE CHÃO foi vendida em fevereiro desse ano à um grupo de investimento estadunidense pelo humilde valor de 540 milhões…
    DE DÓLARES!!!!
    Ou seja: Mais de dois bilhões e meio de reais.
    Aí eu pondero:
    O que é mais importante?
    Metrô ou churrascaria?
    Embora eu goste de um bom churrasco, tenho plena convicção de que uma linha de metrô é infinitamente mais importante para a cidade do que uma churrascaria.
    Não sou contra à privatização.
    O que sou contra é como o processo se desenvolveu, as condições do edital, as facilidades e os valores irrisórios cobrados para entregar o patrimônio público à empresas privadas.

Comments are closed.

Previous Post

A “dança” dos trens da Linha 13-Jade

Next Post

Após mal entendido, governo confirma abertura de AACD-Servidor nesta sexta-feira

Related Posts