Destaques Linha 9

Estação João Dias da Linha 9 da CPTM deve ficar pronta apenas em 2020

Parte de um acordo com a construtora Brookfield, nova parada ficará entre as estações Santo Amaro e Granja Julieta

Futura estação João Dias da CPTM: pronta apenas em 2020 (Divulgação)

A construção das torres empresariais da incorporadora Brookfield às margens da avenida Nações Unidas, na Zona Sul de São Paulo foi uma daquelas novelas que pareciam sem fim. Lançado no final da década passada, o conjunto deveria ter se transformado no maior arranha-céu do Brasil, com uma das torres atingindo 192 metros de altura. Problemas com a Aeronáutica, no entanto, fizeram o prédio encolher para menos de 140 metros, mas os problemas seguiram com a falta de dinheiro para tocar a obra, que apenas neste ano será inaugurada.

O projeto, no entanto, tem outro capítulo. Para tornar o empreendimento mais atraente, a Brookfield ofereceu-se para construir uma nova estação da Linha 9-Esmeralda da CPTM, em frente ao prédio. A negociação virou outra novela: mesmo com a iniciativa da empresa, o projeto ainda não está pronto, conforme apurou o blog por meio de uma solicitação ao Serviço de Informação ao Cidadão (SIC).

A projeção da estação até consta das ilustrações que a Brookfield divulga na internet e em outros meios. A nova parada tem concepção semelhante às demais, porém, parece mais espaçosa e bem acabada. De acordo com a resposta da CPTM, o projeto executivo deverá ser concluído no final deste ano.

Questionada a respeito do prazo para construção da estação, a CPTM estimou que ela deverá estar pronta apenas no segundo semestre de 2020. Serão dois anos para erguê-la, tempo necessário para desviar as vias de onde será construída a plataforma de embarque. Até mesmo a execução da obra ainda não está decidida: segundo a empresa do estado, isso está sendo resolvido pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos.

Parada estratégica

A abertura da estação João Dias, como é chamada ainda informalmente, será de grande ajuda não apenas para o prédio como também para a região, próxima à avenida João Dias. Hoje a distância entre as estações Santo Amaro e Granja Julieta é de  quase 4 km, suficiente para comportar até duas estações, dependendo da demanda. A nova estação deverá ficar praticamente na mesma distância das duas paradas existentes.

Enquanto a CPTM e a STM não decidem como a obra será realizada, a Brookfield já separou a área onde haverá o acesso e constrói um prédio que ficará anexo à entrada da estação, embora sem relação com ela. Como se vê, a novela ainda vai longe.

Nova estação João Dias ficará entre paradas Santo Amaro e Granja Julieta

Nova estação João Dias ficará entre paradas Santo Amaro e Granja Julieta

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

2 Comments

  • Não tem a ver com a matéria em si, mas…
    A Brooksfield lançou um residencial/shopping/hotel na frente da antiga “Parada Pirelli” da linha 10-Turquesa em Santo André, entre as estações Prefeito Celso Daniel e Capuava. Bem que ela poderia ter se disponibilizado para também construir a Estação Pirelli no local. Seria ótimo, pq aquele shopping (Atrium) é muito fora de mão de transportes públicos e por isso tem pouco movimento. A estação seria bastante importante para a cidade. Se o prefeito/governador procurassem realizar uma PPP para essa obra teriam muita chance de conseguir sucesso.

Leave a Comment