Governador Tarcísio de Freitas vai priorizar Linha 20-Rosa em vez da Linha 19-Celeste

Para tirar ramal que atenderá o ABC Paulista, governo depende de fórmula inovadora para obter financiamento, explicou o secretário de Parcerias em Investimentos em nova entrevista
Linha 20-Rosa (Montagem sobre foto do Metrô)

O secretário Rafael Benini, de Parcerias em Investimentos, nova pasta criada pela gestão do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), voltou a se pronunciar sobre as novas linhas de metrô em projeto.

Em entrevista à Revista Ferroviária, Benini revelou que o governo estadual já teria decidido priorizar a Linha 20-Rosa em vez da Linha 19-Celeste, que está num estágio mais avançado de desenvolvimento. Semanas atrás, em conversa na Assembléia Legislativa, o secretário havia adiantado que um dos dois ramais seria escolhido para seguir em frente ainda neste mandato.

A justificativa dada pelo membro do governo é que levar o metrô ao ABC Paulista é uma prioridade do novo governador. “Vamos tentar duas, mas pelo menos uma a gente faz esse mandato, por meio de PPP. Dado que a gente vai ter a Linha 2 chegando em Guarulhos, estamos dando prioridade para a Linha 20, que vai para o ABC”, disse.

Benini também confirmou que após o Trem Intercidades até Campinas, o projeto prioritário é a extensão da Linha 2-Verde entre Penha e Dutra, trecho que está com os contratos suspensos até este ano.

Mapa de estações provisório da Linha 20-Rosa (CMSP)

Apesar de sugerir o ABC, o secretário reconheceu que o trecho que atenderá São Bernardo do Campo e Santo André será implatando numa segunda fase visto que a parte superavitária da Linha 20 fica entre a Lapa e Faria Lima, segundo ele.

A solução, diz Benini, será licitar o projeto inteiro e não pela metade como foi feito na Linha 6-Laranja (cuja segunda fase tornou-se a Linha 16-Violeta). Mas o desafio será financiar um projeto tão grande, calculado em R$ 20 bilhões, de acordo com declarações anteriores do próprio chefe da pasta.

Siga o MetrôCPTM nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

“Queremos levar o metrô para fora de São Paulo e para isso, precisamos ser criativos na questão da financiabilidade”, disse, citando o acordo fechado com o o IFC, braço de consultoria do Banco Mundial, para assessorar o projeto para torná-lo mais atraente para a iniciativa privada. A ideia é que a Linha 20-Rosa (e também a Linha 19) seja concedida em forma de Parceria Público-Privada (PPP).

Rafael Benini, secretári de Parcerias em Investimentos (Alesp)

Inversão de posição

A escolha da Linha 20 como próximo projeto de metrô de São Paulo deverá provocar uma grande inversão no planejamento atual. Isso porque a Linha 19 está de longe num estágio mais avançado de concepção, com projetos mais maduros, estudos de áreas a serem desapropriadas e outros trabalhos de campo.

Por mais que o governo considere levar as duas à leilão a complexidade desses empreendimentos dificulta a procura por grupos capazes de bancá-los, que dirá em um intervalo de tempo curto.

Ainda que consiga conceder a Linha 20 até o final deste mandato (2026), o que seria um prazo inédito, a implantação de todo o trecho deverá ser concluída apenas em meados da próxima década se for obedecida a prioridade para o trajeto entre Lapa e Saúde. Sem dúvida, é uma promessa bastante ousada, para dizer o mínimo.

 

Total
1
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
27 comments
  1. Se o entrave pra fazer as duas linhas simultaneamente é achar concessionarias, por que não deixar uma das linhas com o metrô? Progredir com a expansão da malha deveria ser prioridade acima do resto, se a iniciativa privada não consegue permitir que ambas as linhas sejam feitas, então deixa uma privada e uma no estado, a melhoria da rede para a população deveria ser a prioridade número um.

    1. Perfeito. Claro que esbarra em questões orçamentárias, mas com a difícil, porém possível, conclusão da Linha 17 – Ouro e, posteriormente, da Linha 2 – Verde até a Penha, deve-se haver um fôlego nos “gastos” o que, em tese, permite realocar investimentos para a Linha 19, por exemplo.

  2. Desculpe mas não existe só a zona leste, somos uma sociedade o qual todos temos nossas necessidades, são pensamentos como esse que atrapalham o desenvolvimento do país!

  3. Se a intenção é levar o metro para fora da capital porque não retomar a linha 18 bronze que já tem uma PPP projetos prontos e por aí vai, segundo a concessionária VEM ABC em 4 anos estaria pronta! Com isso liberaria a linha 19 para Guarulhos, atenderia assim duas importantes e populosas regiões, diferentemente de um comentário aqui na reportagem, toda a região metropolitana precisa de transporte coletivo!

    1. Também penso igual, mas ai entra o interesse político, o rabo preso entre o governo anterior e Metra jamais permitirá que se retome o projeto do monotrilho, visto que o próprio Tarcísio também faz parte do esqueminha, visto o apoio ridículo recebido do Pateta Garcia.

  4. O amadorismo dessa entrevista toda é bizarro, indo contra todo o time técnico do metrô, contar com a L2 em guarulhos é burrice quando já foi constatado que a linha não pode estar em guarulhos sozinha pois colapsaria devido a alta demanda, impossível uma linha com demanda atual de 800mil assistir outras 2 linhas com demanda somadas de quase 2 milhões num trajeto pendular ainda, a L19 não viabilizaria a L2 junto como traria equilibrido completo pra demanda de toda a ZL, já a L20 só equilibraria a demanda da ZO que está longe de ser superior ao número que as linhas da região conseguem transportar, é burro e só pra fins elitoreiros priorizar a L20, já que não vai sair nessa década mesmo com bom investimento e está muito mais atrasada nos estudos porque claramente não é a linha proprietária pelo benefício pro sistema como um todo

  5. Chupa para os guarulhenses que votaram em massa no Tarcísio com a falsa promessa que ele iria priorizar o metrô na cidade, e principalmente ao péssimo prefeito Guti que se vendeu e e agora leva essa rasteira.

  6. O pessoal não aprende mesmo: Aqui não é a CHINA, para ter estas obras construídas de maneira rápida !Cada governador que entra, fala, fala, fala, e depois a gente vai ficando por dentro dos falatórios, e vê que a coisa vai ser de morada. Culpa nossa que acredita, e enão cobra, mas no final somos enganados, e ainda ficam os felizes !!!

  7. Todas as obras são e serão bem-vindas, pois todas estão atrasadas, infelizmente a gestão do Dória errou em anular o monotrilho, oq torna a linha 20 muito necessário, uma vez que ela tem praticamente uma demanda prevista 3x maior que a linha 19.
    O projeto da L20 é muito mais robusto e completo que a L18, na questão dos estudos, acho errado atropelar uma linha que está mais avançada, porém levando em consideração apenas o impacto a L20 é um acerto.

    Acho que o governo está errando apenas em não concluir outros projetos, tipo a L5 no Ipiranga e Mboi Mirim, L2 em cerro cora e Dutra, L15 na Tiradentes, L17 devidamente concluída e tals.

    Lamento por Guarulhos, mas oq demora mais? Ir de guarulhos até SP de ônibus ou ir de santo André até a Lapa?

    1. Super concordo com você. Sem falar que, com a extensão da linha 2 até penha, quem mora no ABC não conseguirá entrar nos trens na estação tamanduateí e sacomã em horário de pico. A linha 20 ajudará a equilibrar isso e a demanda é muito maior que a linha 19. Creio que as pessoas que moram nas regiões que serão beneficiadas pela linha 19 são as que mais fazem barulho. Mas a linha 20 tem que ser prioridade sim.

      1. Espera aí, como é que a Linha 20 vai ajudar a equilibrar a demanda da Linha 2 SE A CONEXÃO ENTRE AS DUAS É SÓ NO FINAL DA VILA MADALENA, LONGE DO ABC (onde essa linha sequer vai chegar na primeira fase)

        1. Simples, muita gente faz baldeação nas estações Ana Rosa e Paraíso para pegar a linha azul. Além disso, a conexão com a estação saúde ajuda na baldeação da linha 2 verde nas mesmas estações referidas acima sem precisar de ir até Cerro Corá. QUE VENHA O METRÔ ATÉ O ABC!!!!!!!

          1. A única demanda que será “equilibrada” (e olhe lá) é de quem vai do ABC para o centro usando a 2 e a 1, e essa região só vai ter essa linha, na melhor das hipóteses, daqui a 10 anos. A demanda da 2 continuará enorme do mesmo jeito.

    2. A linha 20 tem 35 km e transportaria 1 milhao de passageiros. A linha 19 teria 17km e transportaria 700 mil. Nao tem nada disso de 3x mais passageiros.

      1. Incorreto. Se analisar as imagens das linhas nesta matéria: https://www.metrocptm.com.br/governo-escolhera-entre-linha-19-celeste-ou-linha-20-rosa-para-viabilizar-ate-2025/, a linha 20 terá 1,29 milhões de passageiros/dia num trecho de 33 km. Já a linha 19 terá 17,6 km e 526 mil passageiros por dia. Se dividir o número de passageiros por quilometro de linha chagaremos aos seguintes cálculos: LINHA 19: 526000/17,6 = 29886,36 passageiros por Km. Linha 20: 1290000/33 = 39090,9 passageiros por Km de linha. Resumindo: Não é 3 vezes mais, mas a demanda da linha 20 é maior que a demanda da linha 19 e concordo com o que foi dito sobre a lotação da linha 2 com a extensão. O ABC precisa ter uma alternativa como a linha 20, mesmo que seja a única nos próximos 10 anos. A linha 20 precisa ser prioridade.

        1. https://www.metrocptm.com.br/metro-projeta-abrir-linha-19-celeste-em-2030/
          Aqui diz que a demanda estimada da linha 19 é de 684 mil e não 590. O slide usado na materia que você citou, é antigo.
          No caso da linha 20, o único trecho viável é entre a Lapa e a região da Faria Lima. É uma linha que talvez precisasse de mais estudos para tornar o trecho pós Saúde mais viável. A linha 19 não só diluiria a demanda da linha 2, mas também redistribuiria melhor as demandas das linhas 1 e 3 que atualmente vem da zona norte e de Guarulhos. Penso que pro sistema, nesse momento deveria ser a prioridade.

  8. Sempre Guarulhos sendo deixada para e agora vem com a desculpa da Linha 2. Na próxima eleição, os guarulhenses continuarão, perdoem-me pela expressão, os candidatos que vierem pedir votos. Como nós guarulhenses tem o complexo de vira-latas!.

  9. Sabe, a Linha 10 existe e ja atende o ABC satisfatoriamente Bem…com CBTC então…

    Agora Guarulhos é bem Atendida Pela Linha 13?Quanto tempo leva um Guarulhense de Cocaia sair de casa e ir pra SP comparado a Um bernadense de Ferrazopolis?

    Guarulhos é a Segunda Cidade Mais rica da RMSP, e de longe ajudaria a Zona Leste, que vive de Gargalo segurando a Demanda de 8 milhões de pessoas.

    A cidade é sim a Zona Leste, todo mundo mora aqui e quem duvida é elitista.

  10. Mais uma vez a zona norte de São Paulo e a cidade de Guarulhos foram deixadas de lado. Acho que deveriam ter mantido o projeto original do metrô que era ter ter o Arco Norte da Lapa até a Penha e ter a linha de metrô da Cachoeirinha até Ipiranga e a linha 19 deveria ir até o Parque Cecap para conectar com a linha 13 da CPTM, além de expandir a linha 1 do metrô até a Vila Galvão para reparar um erro histórico que foi a extinção do Tramway da Cantareira.

  11. como sempre há inversão de prioridades.. Fizeram todo o projeto da 19.. Como não foi ideia desse governo… ele quer inventar a linha 20 para deixar sua marca própria…

  12. O ideal seria construir logo a Linha 19, é a mais adiantada em termos de projeto e daria um equilíbrio muito maior à Linha 02 em Guarulhos, a Linha 20 poderia muito bem ficar para depois porque as áreas em que vai passar já têm um atendimento razoável de transportes, tem que priorizar Guarulhos e a parte nordeste da Zona Norte agora que é mais carente de transporte!

  13. A CIDADE E REGIÃO METROPOLITANA PRECISAM DAS DUAS LINHAS, 19 E 20, ISSO SEM FALAR NAS LINHAS 14,16, ARCO NORTE, ARCO OESTE-SUL, LINHA 24(SÃO PAULO-DAIDEMA), EXTENSÕES DAS LINHAS ATUAIS.ISSO SEM CONTAR OUTRAS REGIÕES METROPOLITANAS BRASIL AFORA E OS PROBLEMAS URBANOS GRAVÍSSIMOS ALÉM DA MOBILIDADE, VIDE O QUE OCORREU NO LITORAL NORTE NO CARNAVAL, ENTRE OUTRAS TRAGÉDIAS RECORRENTES ANUAIS NO BRASIL. A QUESTÃO É QUE NEM O SETOR PRIVADO NEM O SETOR PÚBLICO(DADAS AS REGRAS FISCIAS E TRIBUTÁRIAS ATUAIS) TEM RECURSOS PARA TOCAREM SOZINHOS AS OBRAS. TEM QUE HAVER PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS E AUMENTAR A CAPACIDADE DO ESTADO DE INVESTIR TAMBÉM . GOVERNO FEDERAL, ESTADOS E MUNICIPIO TÊM QUE INVESTIR CONJUNTAMENTE COM O SETOR PRIVADO. IMPOSSÍVEL O SETOR PRIVADO INVESTIR SOZINHO EM U A LINHA .ISSO NÃO OCORREU E NÃO OCORRE EM NENHUM LUGAR NO MUNDO. AS PARCEIRAS SÃO IMPORTANTES ,MAS DIFICILMENTE O SETOR PRIVADO VAI BANCAR MAIS DE 30,40% DA OBRA. É URGENTE O GOVENRO FEDERAL MANDAR UM NOVO MARCO FISCAL ATÉ O FIM DO PRIM,EIRO SEMESTRE, APRA SUBSTITUIR ESSE TETO DE GASTOS, SE NÃO NÃO TEM RECURSOS TAMBÉM. É URGENTE REVER TODAS AS ISENÇÕES FISCAIS DADAS NOS ÚLTIMOS ANOS, QUE CHEGAM SÓ NO GOVERNO FEDERAL A r$ 456 BILHÕES, SEGUNDO AÚLTIMA LDO. NO CASO ESPECÍFICO DA CIDADE DE SP, DIZEM HAVER r$ 34BI EM CAIXA, O QUE DARIA PARA FAZER MUITA COISA EM TERMOS DE HABITAÇÃO, URBANIZAÇÃO, COLETA DE LIXO, QUE ESTÁ PRECÁRIA E MOBILIDADE URBANA. NÃO PODERIA A PREFEITURA DE SP PARTICIPAR DA CONSTRUÇÃO DE UMA OU DUAS LINAS DE METRÔ, EM CONJUNTO COM O ESTADO E A INCIAITIVA PRIVADA?

Comments are closed.

Previous Post

A ViaMobilidade pode pedir ressarcimento pelo aumento no preço dos seus novos trens?

Next Post

Governo quer conceder a Linha 10-Turquesa e 14-Ônix em um pacote único

Related Posts