Metrô projeta abrir Linha 19-Celeste em 2030

Em audiência pública, integrantes da companhia apontam início das obras em 2024, mas ressaltam que se trata de uma estimativa que depende de vários fatores
Mapa de estações da Linha 19 (CMSP)

Os 17,6 km e 15 estações da Linha 19-Celeste podem estar disponíveis à população em 2030. É o que prevê o Metrô de São Paulo neste momento em que o novo ramal entre Guarulhos e o centro da capital está passando pela fase de projetos e estudos.

A meta, segundo integrantes da companhia presentes na audiência pública realizada pelo Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente) nesta terça-feira, depende de vários fatores e certamente poderá ser alterada no futuro.

Segundo um dos slides apresentados na reunião, a execução do ramal, que começou no ano passado por meio de licitações de projeto básico e sondagens diversas, deverá ter as obras iniciadas no final de 2024. A fase de desapropriações é prevista para ocorrer entre 2023 e 2025, mesmo ano em que serão concluídos seus projetos e licitações.

A primeira etapa da Linha 19-Celeste prevê uma demanda diária de 684 mil passageiros, segundo o Metrô. É mais gente do que a Linha 6-Laranja, que está em construção (630 mil usuários/dia).

As informações preliminares apontam para uma frota de 31 trens que serão mantidos no pátio Vila Medeiros, próximo à Rodovia Fernão Dias. Segundo o Metrô e a empresa contratada para realizar o EIA-Rima (estudo ambiental), a Linha 19 passará por uma região altamente urbanizada, com pouquíssimas áreas de mata nativa.

Localização provisória da estação Dutra, ao lado da homônima da Linha 2 (CMSP)

Desapropriações negociadas

Na discussão pública desta terça-feira, os presentes mostraram preocupação com o impacto das obras no meio ambiente, mas os responsáveis pelo projeto salientaram que ele será pequeno e limitado à implantação enquanto os benefícios trazidos pelo ramal serão bem maiores e duradouros.

Segundo Luiz Cortês, gerente de Planejamento e Meio Ambiente do Metrô, as desapropriações necessárias passarão por um processo de negociação com os proprietários após a análise de um perito, que definirá o valor a ser pago. Caso não haja acordo, só então a companhia ajuizará o caso, quando é definido um preço após discussão na Justiça.

Embora o curso do projeto siga o padrão de outras linhas gerenciadas pelo Metrô, o governo do estado pretende conceder a Linha 19-Celeste à iniciativa privada e com isso permitir que o potencial comercial do ramal seja ampliado. No entanto, a gestão atual não apresentou ainda uma modelagem de licitação nesse sentido.

Total
1
Shares
14 comments
    1. A ideia é ser PPP, ambas Linha 20 e Linha 19 ,pois o estado não tem dinheiro suficiente para custear 100% a obra

  1. Não é qualquer partido que planeja e constroi uma linha de transporte de alta capacidade como o metrô. Alguns partidos criam estatais, pagam funcionários, vão para o exterior fazer selfies e… acabam na cadeia. A outros, apenas cabem promessas vazias, com pouca preocupação na mobilidade urbana e visão de futuro. Paulistas não serão loucos…

  2. Com certeza a inauguração da linha vai acontecer em 2030, o Saci Pererê, a Caipora, a Mula-sem-cabeça e o Papai Noel serão convidados de honra na inauguração!

    1. A ideia é ser PPP, ambas Linha 20 e Linha 19 ,pois o estado não tem dinheiro suficiente para custear 100% a obra

  3. Está fase deveria ir até a estação Brigadeiro para integrar a linha 19 com a linha 2 e passar pela região da Bela Vista que é uma região que precisa de metrô.

  4. Linha 2-VERDE quando chegar em Guarulhos não vai mas ter capacidade para aguentar tantos passageiros, mais conexões só vai piorar

  5. Pessoal vai ser a L19 e L22 que estão no mesmo degrau nos estudos só faltando estudo de solo para modelo de construção da Linhas . A L20 tá bem longe disso

  6. Mais uma promessa vazia! Não é à toa que o PSDB está há trinta anos no governo em SP. Às vésperas das eleições como agora eles prometem com a conivência dos sites divulgadores com múltiplas ilustrações instalar trens intercidades, linha e estação de metrô no bairro do cidadão e falam que se a oposição vencer, obras não saem. O eleitor vota no cidadão, eles vencem as expansões melhorias continuam não saindo mesmo assim, e caso fracassem atribuíram a culpa que o vencedor foi o adversário, as promessas de campanha se baseiam em período de quatro anos, mas agem como fossem eternos.
    Por exemplo quando o Alkmin se estava decidido que se iniciaria a Linha18-Bronze e cancelaria a Linha14-Onix, o Doria quando estava em campanha até surgiu em inúmeros ‘Out-doors’ abraçado com o Orlando Morando prefeito de São Bernardo no lançamento do Monotrilho, após tomar posse, cancelou a Linha mesmo pagando uma multa absurda para o consórcio VEM ABC para lançar o BRT da Metra, e relançou a Linha 14-Onix Pirelli Guarulhos, e uma nova Linha que correria em paralelo ao Serviço-710 a Linha 20-Rosa cruzando Lapa e terminal Santo André como compensação, em 2021 foi definido que não adentraria no ABC somente no trecho Santa Marina São Judas, foi considerado prioritário, e recentemente o Rodrigo Garcia cancelou o trajeto da Linha 17-Ouro até Paraisópolis e depois alertado do erro que prejudicava sua campanha eleitoral voltou atrás.
    Nenhuma das obras metro ferroviárias no período que o PSDB esteve à frente do governo foi concluída em São Paulo, prometer e não cumprir é praxe e rotina para os políticos inescrupulosos, é imoral, mas não é crime, e eles não tem que responder por isto em juízo. Já passou a hora do povo escolher pessoas comprometidas com os compromissos e cobrar seriedade para dos governos de SP.
    Existiu compromisso verbal no passado ainda por parte do Covas de não se iniciar novas obras sem concluir as dezenas de pendências incompletas, mas ficou na promessa, lamento que algumas pessoas tenham sérios problemas cognitivos e não consigam discernir certas situações!?

  7. O povo escolher quem?
    TODOS estes excrementos não valem nada.
    Veja a dupla Lula-Alckmin que no passado eram “rivais” e hoje vão disputar uma eleição juntos ( Na chapa Lula presidente e Alckmin vice).
    Bolsonaro mais parece um cão que late e não morde, Dória o calça apertada “made in china” desrespeitou seus eleitores ao largar a prefeitura e o governo do estado, temos um congresso, um senado, assembléias legislativas e câmaras de vereadores que se prestam à defender interesses escrotos patrocinados por organizações criminosas como o PCC, tudo isso com um supremo arbitrário e ditador que não aceita ser questionado.
    E para terminar com chave de ouro temos uma mídia tendenciosa e manipuladora que vive passando panos quentes aos seus amiguinhos de longa data.

  8. Esta linha deveria ter começado a partir de Campo Belo para os trens que vão operar na linha 19 poderem usar o pátio Guido Aliberti, o que evitaria construir mais um pátio. Isto seria uma economia de tempo e dinheiro.

Comments are closed.

Previous Post

ViaMobilidade utilizará robôs para realizar inspeção das vias nas Linhas 8 e 9

Next Post

Estudo ambiental aponta novo local para a estação Jardim Japão, da Linha 19-Celeste

Related Posts