Nova estação de Francisco Morato entra na reta final de construção

Segundo governo, estação da Linha 7-Rubi está na fase de acabamento e instalação de sistemas, escadas rolantes e elevadores
A nova estação de Francisco Morato toma forma (STM)

Num ano em que a rede metroferroviária não deverá crescer após muito tempo, a provável inauguração da nova estação de Francisco Morato, da Linha 7-Rubi, ganha importância. Em imagens compartilhadas pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a construção aparece na reta final e aparentemente dentro do cronograma de inauguração no segundo semestre.

Segundo a STM, a nova estação “está em fase de acabamento e instalação de sistemas, escadas rolantes e elevadores. A nova estação terá 6 mil m², 3 plataformas com escadas rolantes e elevadores, além da integração com o terminal rodoviário da Prefeitura. A previsão é de atender a 60 mil passageiros por dia“.

Nas imagens, é possível ver a imensa cobertura das plataformas recebendo telhas enquanto o piso das plataformas surge já instalado na maior parte da sua extensão. Com corredores de ligação subterrâneos, o novo prédio também já apresenta escadas rolantes instaladas enquanto áreas externas estão sendo preparadas para serem concretadas. Estruturas para fiação e iluminação além de paineis metálicos também estão em fase de instalação.

A nova estação deve resolver o gargalo de Francisco Morato, que tem hoje uma função de ligação entre o trecho principal da Linha 7, que vai até a estação Brás, e o secundário, que a liga com Jundiaí. O projeto de reformar o local é antigo, mas acabou atrasando pelo abandono da primeira construtora contratada para executar a obra.

Num futuro breve, Francisco Morato será o ponto de partida do Trem Intermetropolitano (TIM), que terá 44 km e ligará a cidade à Campinas, com nove paradas: Botujuru, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista, Jundiaí, Louveira, Vinhedo e Valinhos. Daí a necessidade de três plataformas e mais vias afinal haverá também o Trem Intercidades, com serviço expresso até a capital paulista.

Dentro dos planos do governo, a estação Francisco Morato fará parte da concessão à iniciativa privada que fará a operação da Linha 7 em conjunto com os trens regionais.

Total
78
Shares
3 comments
  1. Finalmente, depois de 8 anos, a estação está chegando ao fim das obras. Que seja de bom proveito para todos.
    A Mendes – Vila Natal, pelo jeito, vai dar uma atrasada para o ano que vem, não é?

  2. Cade A quarentena desses trabalhadores da obra eles não merecem não sao pessoas comuns como tds nós

  3. Começaram construir essa estação 2010
    Pouca vergonha. Na época minha esposa estava grávida, agora em Maio minha filha faz 10 anos..
    Não precisa falar mais nada né.

Comments are closed.

Previous Post

Em balanço, CPTM confirma plano de levar Linha 10 até Luz e Linha 11 até Barra Funda

Next Post

Metrô corre contra o relógio para entregar estação Vila Sônia até o final de 2020

Related Posts