Obras da estação Bela Vista terão início a partir de 1º de novembro

Futura estação da Linha 6-Laranja do Metrô terá interdições em trechos de ruas onde serão instalados os canteiros de obras
Terrenos onde será construída a estação Bela Vista (iTechdrones)

A Acciona está próxima de concluir a ativação de todos os canteiros de obras da Linha 6-Laranja do Metrô. A construtora agora se prepara para iniciar as atividades na futura estação Bela Vista, penúltima parada antes de São Joaquim, terminal do ramal.

Por conta disso, a empresa anunciou a interdição de ruas e mudanças no viário nas imediações dos canteiros da estação, na região da Avenida Brigadeiro Luís Antonio, a partir da segunda-feira, 1º de novembro.

Segundo comunicado da Acciona, a Rua Rui Barbosa, entre os números 684 e 708 será totalmente fechada. Haverá também a interdição parcial na Rua Pedroso – na altura do número 628; entre a Rua Rui Barbosa e a Av. Brigadeiro Luís Antônio.

Para reorganizaro tráfego de veículos na região, a CET promoverá mudanças no viário. Confira:

– Rua Rui Barbosa – próximo ao número 708 – até a Av. Brigadeiro Luís Antônio – passará a ser mão dupla em direção ao centro;

– Rua Arthur Prado – passará a ser mão única no sentido Rua Monsenhor Passaláqua;

– Rua Professor Sebastião Soares de Faria – passará a ser mão única no sentido da Av. Brigadeiro Luís Antônio.

Intedições no entorno da futura estação Bela Vista da Linha 6 (LinhaUni)

As interdições estão previstas para acabarem em setembro de 2025, um mês antes da inauguração do ramal de 15,3 km e 15 estações.

A futura estação Bela Vista terá uma profundidade de 59 metros e será construída pelo método NATM. A parada terá quatro acessos, algo pouco comum nos projetos mais recentes.

Caso o Metrô mantenha o projeto de levar a Linha 19-Celeste até a Zona Sul de São Paulo, Bela Vista será o ponto de conexão com a Linha 6.

Total
14
Shares
Previous Post

Metrô intensifica testes e Linha 15-Prata funcionará parcialmente durante feriado prolongado

Next Post

Módulos das portas de plataforma de Jabaquara já estão prontos

Related Posts