Destaques Linha 4

Painel que informa vagão mais vazio na Linha 4 ganha versão em inglês

ViaQuatro aprimorou ferramenta que está desde quarta-feira (26) informando também na língua inglesa
Linha 4 Amarela do Metrô (Fotos Públicas)
Aviso em inglês sobre os vagões mais vazios na Linha 4
Aviso em inglês sobre os vagões mais vazios na Linha 4

Desde a quarta-feira (26), os passageiros da Linha 4-Amarela também podem ver o painel que informa a lotação de cada vagão dos trens em inglês. A novidade foi introduzida pela ViaQuatro a fim de auxiliar turistas estrangeiros, comuns no ramal. Embora algo supostamente simples, o serviço bilíngue não é comum nas linhas da rede metroferroviária paulista.

Atualmente, apenas a Linha 4 mantém avisos sonoros na língua inglesa, que foram introduzidos na época da Copa do Mundo de 2014. O Metrô também chegou a utilizar gravações nas duas línguas, mas manteve apenas os aviso em português tempos depois.

Nos últimos meses, a ViaQuatro tem lançado algumas ideias úteis aos passageiros como o tempo de espera de chegada da próxima composição com precisão de segundos – alguns sistemas no exterior mostram apenas o intervalo a cada minuto. Por operar o sistema CBTC, que acumula mais informações e dados da operação, foi possível introduzir as novidades, mas o fato de ser uma empresa privada parece facilitar o desenvolvimento dessas ferramentas.

O aviso no monitor das estações identifica por cores os seis vagões e mostra por meio de barras como está a lotação de cada um deles alguns segundos antes de o trem entrar na estação. Com isso, os passageiros podem buscar uma porta mais vazia para acessar o trem. Veja abaixo o sistema em funcionamento:

Leia no Lulica
Como solicitar o passaporte alemão 9/7/2020

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

3 Comentários

Click here to post a comment
    • Oi, Lucas, tudo bem? Tenho sim algumas informações. Já existem cerca de 400 funcionários do novo consórcio trabalhando. Quem passa ao lado das futuras estações São Paulo-Morumbi, Oscar Freire e Higienópolis-Mackenzie pode observar guindastes e andaimes e o ritmo parece estar aumentando depois de um início lento. O secretário Clodoaldo Pelissioni agora fala em entregar as duas últimas estações no final de 2017. Já Vila Sônia ainda está com trabalhos bem reduzidos.

Airway