Túnel que desafogará ligação entre as estações Paulista e Consolação terá licitação lançada no dia 23

Avatar
Metrô finalmente colocará em prática construção de túnel auxiliar nas linhas 2-Verde e 4-Amarela
Túnel de ligação entre as estações Consolação e Paulista (GESP)

No mesmo dia em que anunciou o edital de expansão da Linha 15-Prata, o Metrô também revelou que lançará a esperada licitação para construção do novo túnel entre as estações Paulista (Linha 4) e Consolação (Linha 2) que promete melhorar o deslocamento dos passageiros, chamado de “marcha de pinguins” por um ex-presidente da companhia.

Os detalhes do novo edital só serão conhecidos no dia 23 de dezembro, quarta-feira, mas trata-se de um projeto um tanto complexo. Para evitar causar algum transtorno aos usuários, o ponto de partida será um poço de ventilação novo próximo ao atual túnel. O projeto executivo foi contratado em maio do ano passado e havia a expectativa de que a licitação das obras civis tivesse sido lançada antes, porém, a pandemia certamente influenciou no cronograma.

Estima-se que a obra deva levar entre 18 e 24 meses, ou seja, a grosso modo, pode ficar pronta por volta de 2023. O novo túnel de ligação ficará localizado num espaço entre o fim da esteira rolante e as escadas rolantes na divisa entre as duas estações. De lá ele seguirá em linha reta até o mezanino lateral da estação Paulista. A ideia é que os fluxos de passageiros sejam divididos e assim evitar o encontro de usuários, como ocorre hoje.

O problema com o subdimensionamento da ligação entre as duas estações surgiu logo que a Linha 4 ganhou um maior movimento em 2011 e o fluxo de passageiros cresceu. Mesmo com seis esteiras rolantes (das quais quatro foram retiradas), o túnel frequentemente lotava, sem falar no problema causado no mezanino da estação Paulista. Com quatro direções possíveis, a ViaQuatro foi obrigada a criar corredores para tentar evitar choques antes da pandemia.

A chegada da Linha 5 em Chácara Klabin em 2018 deu um certo alívio a esse movimento ao criar uma nova possibilidade de conexão para os passageiros, porém, a expectativa é que essa demanda volte a subir, sobretudo com a chegada da Linha 4 em Vila Sônia.

O novo trecho será administrado pela ViaQuatro, mas a obra será bancada pelo estado.

O novo túnel de ligação entre as estações Paulista e Consolação: desafogo (CMSP)
Total
18
Shares
2 comments
  1. São Paulo merece melhorias principalmente no fluxo passageiro que aumenta a cada ano tem retornar todos investimento tanto malha urbana como p interior

Comments are closed.

Previous Post

Metrô lança licitação das estações Boa Esperança e Jacu Pêssego da Linha 15-Prata

Next Post

CPTM abre licitação para adequar estações Prefeito Saladino e Capuava, da Linha 10

Related Posts