Na pressa de inaugurar várias estações e linhas antes de deixar o cargo, o ex-governador Geraldo Alckmin não quis esperar para que o segundo acesso da estações Oscar Freire ficasse pronto. A parada acabou sendo aberta em 04 de abril de 2018 e passou a funcionar em tempo integral no dia 21 apenas com a entrada principal, que fica nos Jardins.

Na época, o governo do estado afirmava que o acesso Clínicas ficaria pronto no segundo semestre do ano passado, mas um ano depois de inaugurada, a estação da Linha 4-Amarela permanece com apenas seu acesso principal, o que deve se prolongar por mais alguns meses.

Os trabalhos, no entanto, encontram-se na reta final como mostrou o atual presidente do Metrô, Silvani Pereira, em seu perfil no Instagram há duas semanas. No post na rede social, Pereira mostrou o descarregamento da última escada rolante das oito previstas para o acesso além de anunciar o início da montagem da estrutura metálica do elevador. Boa parte das escadas, inclusive, estava já parcialmente instalada.

Ainda no Instagram, o presidente da companhia confirmou a previsão de abertura para o início do segundo semestre. O acesso Clínicas, como já adianta seu nome, deve facilitar a vida dos pacientes do Hospital das Clínicas, complexo gigantesco que fica a menos de 500 metros da estação. Hoje esses passageiros são obrigados a atravessar a movimentada avenida Rebouças para se dirigir ao local.

O acesso Clínicas não foi entregue a tempo da inauguração por conta dos atrasos da construtora anterior, a Isolux Corsán, que abandonou a obra em 2015 e deixou o canteiro sem ter iniciado a construção do poço.

Leia no Lulica
Insônia, aumento de apetite, problemas de visão 29/9/2020