Anunciada há 15 anos, nova estação de Rio Grande da Serra volta a ser prometida

Vice-governador Rodrigo Garcia afirmou nesta quinta-feira, 17, que CPTM fará o projeto executivo da nova estrutura, que ficará ao lado do terminal de ônibus em construção pelo município do ABC
Concepção do terminal rodoviário e da estação da CPTM

Estação terminal da Linha 10-Turquesa da CPTM, Rio Grande da Serra é uma das paradas mais precárias da rede sobre trilhos, com boa parte da sua estrutura remanescente construída há décadas.

Além disso, ela está localizada à leste de uma importante passagem de nível do município, o que causa dissabores aos moradores por conta da espera pela passagem das composições de passageiros e carga.

Por essa razão não é de hoje que as promessas para resolver esses problemas não são novidade. Em 2006, o governo do estado já havia anunciado a construção de uma nova estação, antes da passagem de nível, num local denominado “Campo da Ferrovia”.

O projeto básico e executivo de Rio Grande da Serra e também Mauá foi contratado pela CPTM em 2012 junto ao Consórcio SETEC Hidrobrasileira/EBEI por R$ 4,1 milhões e deveria ter sido concluído em 15 meses.

A atual estação de Rio Grande da Serra e a passagem de nível ao fundo (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

Em 2013, o então prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (PSDB), confirmou que a licitação para construção da nova estação seria publicada em agosto daquele ano e as obras teriam início em 2014, mas nada disso ocorreu.

Em vez de obras, em julho de 2014, a CPTM prorrogou o prazo de execução dos projetos em seis meses, mas não se sabe até que ponto eles evoluíram. Em setembro do ano passado, a CPTM rescindiu contrato com o consórcio não sem se comprometer a quitar integralmente o valor devolvido.

Nova promessa

Nesta quinta-feira, 18, o governo do estado voltou a prometer tirar a nova estação do papel. Em reunião com o prefeito de Rio Grande da Serra, o vice-governador Rodrigo Garcia anunciou que o projeto executivo será “buscado” e que assim que ele estiver pronto, a CPTM terá autorização da gestão para licitá-la.

Ignora-se porque Garcia não citou o contrato encerrado em 2020 que já previa a execução do projeto executivo.

Onde ficarão a nova estação e o terminal de ônibus de Rio Grande da Serra

Ao menos uma parte da requalificação da região começou a ser feita no ano passado, um terminal de ônibus que ficará ao lado da nova estação e cujas estruturas já podem ser vistas no local. A obra é bancada pela prefeitura de Rio Grande da Serra.

Segundo as poucas informações disponíveis, a nova estação da CPTM fará com que os trens saiam das vias atuais e terminem sua viagem numa área terminal de fato. Com isso apenas os trens de carga continuarão utilizando a passagem de nível em trajetos até a Baixada Santista. A atual estação deverá ser mantida e pode se transformar em algum equipamento público, espera-se.

A solução parece adequada às necessidades do município. A estação de Rio Grande da Serra recebeu quase 149 mil passageiros em abril, mês mais recente divulgado pela CPTM.

Total
14
Shares
3 comments
  1. Espero que saia do papel mesmo, não só a Estação de RGS, mas as inúmeras da CPTM que são péssimas, sobretudo as das Linhas 7 e 10.

  2. também espero que esta estação não seja abandonada e esquecida como patrimônios históricos como a estação Campo Grande anterior a ela.

  3. Se isso se realizar de fato! Dou os parabéns ao prefeito e principalmente ao governo do estado…..

Comments are closed.

Previous Post

Prefeitura de Campinas autoriza estudos do People Mover até o Aeroporto de Viracopos

Next Post

CPTM fará intervenções nas linhas 12 e 13 até o dia 11 de julho

Related Posts