A tão aguardada inauguração das estações Hospital São Paulo, Chácara Klabin e Santa Cruz deve ocorrer ainda em setembro, afirmou a Secretaria dos Transportes Metropolitanos à rádio CBN nesta manhã de quinta-feira (20). Sem especificar uma data, o governo do estado disse em nota que “as empresas contratadas estão concluindo os últimos trabalhos” e que a expectativa é que “elas serão entregues neste mês”.

A nova previsão vem após mais uma data informada pelo secretário Clodoaldo Pelissioni não ser cumprida. Durante a abertura da estação AACD-Servidor, ele havia dito que as três estações da Linha 5-Lilás seriam abertas “em 15 a 20 dias”, prazo que venceu nesta quarta-feira.

Como dito anteriormente pelo site, o ritmo de finalização da estação Santa Cruz, a mais atrasada das três, ganhou velocidade nas últimas semanas, denunciando uma pressa que não existia até então. Em poucos dias a praça ao lado do Shopping Metrô Santa Cruz foi limpa e ganhou paisagismo e iluminação além dos totens e sinalização com a logomarca do Metrô (elas serão trocadas pela ViaMobilidade antes de inauguradas).

O site circulou pelas estações Hospital São Paulo e Santa Cruz nesta quarta-feira e, conversando com alguns funcionários, ouviu prazos coerentes com o que diz o governo. Em Hospital São Paulo, por exemplo, um funcionário da ViaMobilidade afirmou que estão finalizando os preparativos para a abertura no dia 28 de setembro, último dia útil do mês. No final da tarde flagramos a estação com as escadas rolantes funcionando como se estivesse operacional. Mais tarde, flagramos um caminhão da ViaMobilidade estacionado num acesso de Santa Cruz (veja galeria)

Já em Santa Cruz, um engenheiro da construtora espanhola Azvi, responsável pelo acabamento da estação e também de Cháraca Klabin, disse ao site que estão trabalhando com a quarta-feira (26) como data-limite para finalizar os trabalhos. Segundo ele, quase tudo já funciona a contento, incluindo as inúmeras escadas rolantes e elevadores. Quem passava ao lados dos  tapumes nas plataformas de Santa Cruz e Klabin ouvia o movimento de trabalhadores no que pareciam ser os últimos ajustes para entregar as áreas de interligação de ambas.

Área de interligação da estação Santa Cruz da Linha 1 (Caio Henrique Brito)

Operação mais simples?

Diante dessas informações, tudo leva a crer que o governo deve abrir as três estações possivelmente nos últimos dias de setembro caso não surja nenhum imprevisto. Ou no máximo nos primeiros dias de outubro se não houver segurança e liberação por alguns órgãos como o Corpo de Bombeiros.

Restará então saber que tipo de operação será feita nas novas estações. Parece pouco provável que tenhamos algo semelhante à Klabin que abriu em operação reduzida e com os trens seguindo direto de Moema. Como são três paradas e duas delas conectadas a linhas de metrô é mais sensato que tenhamos um serviço nos moldes do que foi feito em Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin, ou seja, os passageiros descerão numa plataforma em AACD e mudarão para a outra plataforma, seguindo viagem até Chácara Klabin num esquema de bate-e-volta. Como limitará a capacidade de transporte durante esse período, esse esquema provavelmente será substituído pelo definitivo, com os trens seguindo de AACD até Klabin por uma via e voltando pela outra. A próxima semana será decisiva para enfim sabermos como e quando a Linha 5 passará a se conectar com outras linhas do Metrô.

Painel informando destino final em Chácara Klabin (Daniel Marcos Costa)

Atualizado às 16h00

Ao contrário da nossa suposição nesta manhã os trens passaram a circular com o letreiro Chácara Klabin (veja imagem acima na tela à esquerda), da mesma forma que dias antes da abertura de AACD-Servidor. Segundo o leitor Lucca Nunes (comentários) o trem utilizou a plataforma sentido Klabin, mais uma novidade na operação. Questionamos a ViaMobilidade a respeito e estamos aguardando a resposta.

Veja também: Terceira etapa de expansão da Linha 15 terá uma estação apenas