Após meses de atraso, ViaMobilidade está preparando devolução de trens para a CPTM

Concessionária tem ao menos dois trens da Série 8500 sendo recaracterizados para serem enviados para estatal. Atualmente sete novas composições da Série 8900 operam na Linha 9-Esmeralda
Composições da Série 8500 deverão ser devolvidas em breve (Diego Metroferroviário)
Composições da Série 8500 deverão ser devolvidas em breve (Diego Metroferroviário)

As primeiras composições da Série 8500 que foram emprestadas para a ViaMobilidade deverão ser devolvidas em breve. É o que indicam fotos realizadas no Pátio Presidente Altino onde as composições encontram-se recaracterizadas com a identidade da CPTM.

Siga o MetrôCPTM nas redes: WhatsApp | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

A concessionária das linhas 8 e 9 têm atrasado o cronograma de entrega de trens para a CPTM durante vários meses, mesmo recebendo uma dezena de novas composições. Com a operação de sete novos trens, finalmente haverá a reversão dos bens para a operadora estatal.

Imagens realizadas pelo canal Diego Metroferroviário mostram dois trens com as logomarcas da CPTM. Tratam-se das composições H516 e H568.

Trem da Série 8500 recaracterizado (Diego Metroferroviário)
Trem da Série 8500 recaracterizado (Diego Metroferroviário)

A CPTM cedeu em caráter temporário algumas de suas composições para complementar a frota de trens das linhas 8 e 9. Foram 34 trens cedidos, sendo 7 da Série 8500, 8 da Série 7500 e 19 trens da Série 7000.

Os trens, que deveriam retornar desde o ano passado, acabaram sendo retidos. A concessionária afirmou na época que manteria os trens para não impactar negativamente os serviços. No mesmo período as composições da Série 8900 estavam com atrasos nas entregas.

Trens emprestados e cedidos pra a ViaMobilidade (Jean Carlos)
Trens emprestados e cedidos pra a ViaMobilidade (Jean Carlos)

O processo de devolução dos trens é bastante rigoroso e exige, mais do que a recomposição estética dos trens, vistorias minuciosas e detalhadas, garantindo que os trens retornem em plenas condições operacionais.

Cabe lembrar que a concessionária ainda deverá devolver todos os trens da Série 7500 e alguns da Série 7000. Para suprir a oferta de trens, a ViaMobilidade adquiriu 36 trens novos da empresa francesa Alstom.

Total
0
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
10 comments
  1. Espero que pelo menos voltem limpos, coisa que nem isso a concessionária conseguiu manter. Até os trens novos da Frota A são sujos…

  2. “O processo de devolução dos trens é bastante rigoroso e exige, mais do que a recomposição estética dos trens, vistorias minuciosas e detalhadas, garantindo que os trens retornem em plenas condições operacionais.”

    vai vendo ….

  3. Quem vai buscar os trens que a Via Calamidade vai devolver, os supervisores de tração da CPTM, ou os técnicos da concessionária é que vão levá-los aos domínios da estatal? Acho que a primeira opção é a mais provável.
    Essa concessionária tem que deixar de ser porca com os trens porque os deixa muito encardidos e ensebados, os interiores ficam até opacos por melhores que sejam as lâmpadas do salão de passageiros, se bem que sempre há várias queimadas também! Enfim, falo sobre esse desmazelo porque o Metrô até emprestou sua nova máquina esmerilhadora de trilhos para as linhas 08 e 09, é uma temeridade isso!

    1. Mas se até os 8900 que a querida VM recebeu recentemente já estão sujos, imagine o restante! Porca é pouco e esses trens só tem sentido cheiro de água quando chove mesmo.

  4. Lixo de concessionária. Até às PSD s da Linha 5 estão imundas , totalmente empoeiradas e sujas. Se o visual e esse, imagina a manutenção

  5. Não vejo a hora da Via Calamidade operar todas as linhas de SP! Espero ansiosamente por esse dia! Parabéns aos envolvidos….

    1. Ao menos não vai ter com que comparar, tudo ruim, sem manutenção e limpeza. Vai ser a melhor operadora hahahahahahaha (#ironia).

  6. trens da série 7000 estão sucateados, vale mais a pena cortar e comprar outra série, pois ,provavelmente pra fazer a manutenção, que essa empresinha nunca fez, vai ficar uma fortuna, essa empresa que o governador lixo quer para o transporte sobre trilhos é uma piada.

  7. A empresa só põe os trens novos 8900 na linha 9 esmeralda e deixa a linha 8 diamante operando só com as sucatas, que estão em estado lastimável e perigoso, pode ocasionar acidentes graves.

Comments are closed.

Previous Post

Com sistema inédito, trens da Linha 17-Ouro de monotrilho poderão se deslocar até 10 quilômetros apenas com baterias

Next Post

Novo sistema de controle da Linha 3-Vermelha só estreará em setembro

Related Posts