Destaques Linha 15

Concessão da Linha 15-Prata será leiloada no dia 26 de junho

Governo do estado autorizou publicação do edital a partir do dia 23 de março. Lance mínimo é de R$ 153,3 milhões
Estação Camilo Haddad: Linha 15 será leiloada no dia 26 de junho (CMSP)

A gestão Alckmin segue com seus planos de conceder boa parte das linhas de metrô e trens metropolitanos para a iniciativa privada. Como já havia adiantado, o governo agora autorizou a publicação do edital de concessão da Linha 15-Prata nesta quinta-feira (15).

O edital estará disponível no porta da Secretaria de Transportes Metropolitanos (http://www.stm.sp.gov.br) a partir do dia 23 de março e o leilão ocorrerá no dia 26 de junho, novamente na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo).

O lance mínimo para outorga será de R$ 153,3 milhões, R$ 36,3 milhões a menos que o exigido na concessão das linhas 5 e 17 e que foi vencido pelo consórcio Via Mobilidade. O grupo que assumir a linha terá à sua disposição quase 18 km de vias, 27 trens e onze estações, segundo o governo.

Primeira linha de metrô do país a operar pelo modal de monotrilho, a Linha Prata deverá transportar cerca de 400 mil passageiros por dia entre a região de São Mateus e Vila Prudente. Ela foi aberta em agosto de 2014, porém, com apenas duas estações. Até dia 6 de abril, mais cinco paradas serão abertas levando a linha até Jardim Planalto. Outras três estações deverão ser inauguradas até maio e a última prometida é esperada para 2021, Iguatemi Jardim Colonial.

Entre as potenciais participantes do certame está a CCR que já manifestou interesse pela linha (a empresa faz parte da ViaQuatro e da Via Mobilidade).

Estação da Linha 15-Prata (CMSP)

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

2 Comentários

Click here to post a comment
    • Eurandi e exatamente para poder construir que sera feita a concessão o estado não tem braço e nem recurços para tocar todas essas obras metroferroviaria sozinho precisa dos recursos da iniciativa privada leia um pouco mais sobre o assunto e voce entenderar quanto de recursos precisa.

Airway