Destaques Linha 17 Linha 5

Viaduto da futura estação Campo Belo começa a ser construído

Passagem elevada na avenida Santo Amaro eliminará cruzamento com a Roberto Marinho e terá acesso à estação da Linha 5-Lilás
No alto, a estação Campo Belo do monotrilho e à sua direita o prédio de ligação com a Linha 5: longo caminho (Fernando Galfo)

Uma das últimas estruturas que fazem parte do projeto da expansão da Linha 5-Lilás começou a tomar forma nas últimas semanas. O prometido viaduto da avenida Santo Amaro que passará por cima da Roberto Marinho já está sendo construído pelo mesmo consórcio que finaliza a estação Campo Belo.

Imagens feitas pelo colaborador do site Fernando Galfo do alto de um prédio ao lado do local mostram que o viaduto deve começar a ser visto pelos passantes muito em breve. Parte das colunas, por exemplo, já estão concretadas do lado sul do viaduto. No outro lado a estrutura ficará sobre a estação da Linha 5 e que deve ser finalizada ainda em 2018. Por essa razão é provável que a passagem elevada fique pronta no último trimestre deste ano assim que for possível erguer algumas estruturas que estarão apoiadas nas colunas da própria estação.

O viaduto duplo tem previsão de receber uma parada de ônibus que levará os passageiros direto para dentro da estação. Também está no projeto a criação de um bicicletário na parte inferior da construção que deve desafogar o trânsito na região, hoje afetado não só pelo cruzamento como também pelas obras que incluem ainda outra estação homônima da Linha 17 do monotrilho.

Do céu ao subsolo

Nas fotos publicadas nesta página também revelamos o longo caminho que os passageiros farão entre as duas linhas de metrô. O usuário que descer na estação elevada do monotrilho, por exemplo, atravessará uma passarela superior até um prédio à direita da foto. De lá descerá alguns lances de escada até atingir o subsolo por onde percorrerá um túnel que o levará a um andar intermediário da estação Campo Belo da Linha 5.

Essa conexão, que deve ser uma das mais movimentadas da rede metroferroviária no futuro (será uma das formas de seguir viagem até o Aeroporto de Congonhas), será administrada pela concessionária Via Mobilidade, empresa privada que venceu o edital de operação das linhas 5 e 17. O governo acredita que o contrato será assinado até abril, o que nos leva a crer que a Via Mobilidade assumirá a operação no segundo semestre deste ano. Até lá, o viaduto deverá estar próximo de ser concluído.

Imagens: Fernando Galfo

Veja também: Estação Morumbi do monotrilho começa a ser construída

Estação Campo Belo da Linha 5: última a ser entregue, ela deve funcionar até o final do ano (Fernando Galfo)

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

5 Comentários

Click here to post a comment
  • Ótimo artigo, sou leitor do seu blog e estou sentindo falta de artigos relacionados à expansão da linha 9 esmeralda. Por enquanto não há algo importante para ser informado sobre essa expansão?

  • Ricardo,

    Ouvi uma informação de que as estações Santa Cruz e Chacara Klabin não serão entregues esse ano, procede??

    • Acho bem pouco provável, Jackson, ainda mais num ano eleitoral. Imagine postergar algo tão esperado para 2019? Meu palpite é que abre em operação assistida entre maio e junho e comece a operar para valer no segundo semestre já nas mãos da Via Mobilidade, a concessionária que deve assumir a linha nos próximos meses.

Posts mais compartilhados

AUTOO