Destaques Linha 13

CPTM detalha início da operação da Linha 13-Jade a partir de abril

Segundo companhia, nova linha começará a funcionar por seis horas apenas aos fins de semana e sem cobrança de tarifa
Viaduto estaiado da Linha 13: fim das obras civis pesadas (CPTM)
Viaduto estaiado da Linha 13: fim das obras civis pesadas (CPTM)

Durante visita do governador Geraldo Alckmin (PSDB) nesta sexta-feira (2), a CPTM forneceu detalhes a respeito do início da operação da Linha 13-Jade, que conectará o aeroporto de Guarulhos à rede metroferroviária. No evento em que o governo comemorou a conclusão do viaduto estaiado duplo, último trecho de obras civis ainda pendentes, o secretário Clodoaldo Pelissioni revelou que a nova linha começará a funcionar apenas aos fins de semana por um período de seis horas – na chamada operação assistida não haverá cobrança de tarifa.

Segundo Pelissioni, esse esquema vigorará por um mês para ajustes técnicos e testes dos equipamentos e sistemas. O governo ainda banca a entrega para o final de março e Alckmin fez questão de ressaltar que os funcionários trabalharão inclusive no Carnaval. Com isso, a Linha 13 deve ser aberta no início de abril. Seguindo essa lógica, em maio será a vez de a operação assistida ser estendida para os dias úteis também por um período curto de apenas seis horas e ainda sem cobrança de passagem.

Só então, possivelmente em junho, será iniciada a operação comercial também de forma progressiva. Primeiro apenas até Engenheiro Goulart, onde há ligação com a Linha 12-Safira, mas com alguns trens indo até a estação Brás em certos horários. A chegada até à estação Luz, o chamado Expresso Aeroporto, só deverá ocorrer em agosto, de acordo com o secretário.

O governo do estado garante que haverá totens de check-in na estação Luz para os passageiros que embarcarão em Guarulhos, mas o despacho de bagagens, outro desejo de Alckmin, não deve ocorrer por questões logísticas.

Maior viaduto estaiado em curva do mundo

Durante a visita, a companhia divulgou que o viaduto seria o maior do mundo no setor ferroviário construído em curva. A estrutura possui 690 metros de comprimento, dois conjuntos de mastros com 70 metros e vão central com 180 metros de comprimento. Como o blog adiantou, agora os trabalhos se concentram nas vias com a instalação de trilhos, sistemas, rede aérea e passarela de emergência. Os primeiros trens vazios devem começar os testes no trecho de 12,2 km de extensão no início de março.

Veja também: Veja como serão os trens da Linha 13-Jade

Mastros do viaduto têm 70 metros de altura (CPTM)

 

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Posts mais compartilhados

AUTOO