Destaques Linha 11

CPTM pretende concluir Expresso Leste até Estudantes em abril

Segundo informações obtidas pelo site, novo esquema de funcionamento começará em fevereiro com trens segundo direto até Mogi das Cruzes fora do horário de pico
Trem da Série 8500 da CPTM
Trem da Série 8500 da CPTM será usado no Expresso Leste até Estudantes

A prometida extensão do Expresso Leste da Linha 11-Coral até o município de Mogi das Cruzes deve ser concluída até abril, segundo informações obtidas pelo site. Hoje o serviço expresso, com intervalo de 4 minutos, só funciona até a estação Guaianases e para seguir viagem de lá os passageiros precisam trocar de plataforma de composição, embora algumas viagens sigam direto fora do horário comercial.

No entanto, a ideia do governo Doria é que o Expresso Leste funcione em tempo integral até a estação Estudantes, terminal da linha 11. O plano consta de uma série de medidas de “impacto” que o novo governador quer implantar nos primeiros 30 dias de sua gestão.

Internamente, a CPTM trabalha para que o Expresso Leste funcione até Mogi das Cruzes a partir de fevereiro ainda no chamado horário de “vale”, das 9h às 15h, e com intervalos de 8 minutos. Em março o serviço começaria às 8h e finalmente em abril os trens seguiriam até Estudantes durante todo o dia em intervalos de 8 minutos – nos horários de pico haveria ainda composições num looping interno até Guaianases que reduziria o intervalo para 4 minutos.

Para testar o novo formato, a CPTM passou a levar todos os trens até Mogi neste sábado e deve repetir esses testes amanhã (20) e também no próximo fim de semana, inclusive no feriado do dia 25, uma sexta-feira.

No entanto, para atingir essa meta a companhia precisa que duas novas subestações de energia em Dom Bosco e Patriarca entrem em funcionamento, o que deve ocorrer entre o final de março e começo de abril. Além disso, espera-se que 29 composições estejam disponíveis no horário de pico entre trens da Série 8500 e 9000, porém, apenas a primeira seguirá até Estudantes.

Movimento de mais de 200 mil pessoas

A ideia de levar o Expresso Leste até Mogi das Cruzes já é conhecida há tempos mas esbarra na falta de infraestrutura e de trens para virar realidade. Com quase todos os novos trens da encomenda de 65 unidades entregues. que possibilitaram a retirada dos velhos trens da Série 4400, e as modernizações efetuadas nos últimos anos, a CPTM finalmente possui condições de implementar essa mudança que deve melhorar significativamente o conforto e tempo de viagem de um imenso público estimado em mais de 200 mil pessoas diariamente.

Estação Mogi das Cruzes em 2006: cidade deve contar com serviço Expresso Leste em tempo integral a partir de abril (Wikimedia)

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

3 Comentários

Click here to post a comment

Airway