Deputada quer acrescentar nome do ex-senador Major Olímpio na estação da Luz

Avatar
Projeto de lei da deputada estadual Adriana Borgo (PROS) pretende renomear apenas as estações do Metrô da Linha 1-Azul e 4-Amarela em homenagem ao político, vítima de COVID
Estação Luz da Linha 4-Amarela (GESP)

A deputada estadual de São Paulo Adriana Borgo (PROS) protocolou na última semana na Assembléia Legislativa um projeto de lei que prevê a alteração do nome da estação da Luz do Metrô (linhas 1-Azul e 4-Amarela) para “Estação da Luz – Senador Major Olímpio” – a mudança não afetaria a centenária estação da CPTM.

“Mediante a tamanha referência de pessoa pública, homem e principalmente ser humano, que nos fez e ensinou tanto a sociedade, aos profissionais de segurança pública e política brasileira, acreditamos ser merecedor da presente homenagem”, justificou a deputada.

O Projeto de Lei 185/2021 foi publicado no Diário Oficial do Estado no último dia 26 de março e está em tramitação ordinária. O senador Major Olímpio, eleito por São Paulo em 2018, faleceu no último dia 18 de março por complicações da COVID-19.

Em 2018 houve a alteração do nome da estação Liberdade da Linha 1-Azul para Japão-Liberdade. Na época foi divulgado um estudo onde se previa um gasto aproximado de R$ 1 milhão para a atualização de nome de uma estação. O gasto contempla mapas da Região Metropolitana, do Transporte Metropolitano e das linhas nas estações e nos trens do sistema,bem como as placas, marcos luminosos e totens dos acessos das estações.

Total
13
Shares
7 comments
  1. A população sofrendo, o Metrô amargando prejuízos e nossos nobres deputados preocupados com homenagens à própria classe. Por mim cortava metade desses cargos e proibia os políticos de perderem tempo homenageando pessoas e profissões.

  2. Nome de estações devem representar a região ou local na qual ela se encontra. Clareza, objetividade, facilidade e economia de espaço, tempo e dinheiro. Se querem enfeitar o nome das estações, que também seja objetivo e com propósito de localização: “Pinacoteca – Luz”, “Centro Cultural – Vergueiro”; passou disso é demagogia. O mesmo se aplica a nomes de rua, que é uma total bagunça em SP, que tal aprender um pouquinho com Bogotá?

    1. Conheci Bogotá. Lá, as ruas são facilmente identificadas com letras e números. Nos EUA é assim também.
      Infelizmente os políticos brasileiros tem está síndrome de colocar nomes de políticos em logradouros. Por isso que muita gente tem dificuldade em decorar nomes de ruas e suas localizações.

  3. Ao invés dele pensar em um meio de melhorar a qualidade dos transportes, como as portas em todas as estações, melhorar os acessos e buscar uma forma de viabilizar as obras de expansão. Esses deputados são uma cambada de vagabundos que não trabalha e não produz algo de útil

  4. Totalmente desnecessário, existem inúmeras puatas mais importantes no momento, além do mais a estação da Luz já tem um significado histórico e não cabe tal possibilidade.

Comments are closed.

Previous Post

Metrô prevê licitação da estação Ipiranga da Linha 15 em 2022

Next Post

Escavações da extensão da Linha 2-Verde do Metrô enfim começam

Related Posts