Estação Jardim Colonial deve ter operação plena a partir do dia 3 de março

Metrô também confirmou que a Linha 15-Prata deve ter o intervalo entre trens reduzido para cerca de 2 minutos até o final do ano
Estação Jardim Colonial, da Linha 15 (iTechdrones)

O governo do estado assinou a ordem de serviço para dar início à implantação de mais duas estações na Linha 15-Prata, além de um segundo pátio de manutenção. O evento ocorreu nesta manhã, na estação Vila Prudente do Metrô, e contou com a presença do vice-governador Rodrigo Garcia e do presidente da companhia Silvani Pereira.

O executivo revelou que a estação Jardim Colonial, inaugurada em dezembro, deverá passar a funcionar das 4h40 à meia-noite a partir do dia 3 de março. Até aqui, a parada funciona em operação assistida com horário reduzido, para testes no sistema de controle de trens.

Apesar de passar a abrir no mesmo horário do restante da linha, Jardim Colonial permanecerá separada da operação principal, entre São Mateus e Vila Prudente, por conta da ausência de um aparelho de mudança de via, necessário para que os trens manobrem após o fim da viagem.

Essa estrutura está sendo construída após Jardim Colonial e deverá ser concluída em outubro, permitindo que os trens possam percorrer numa mesma viagem as onze estações da Linha 15.

Silvani explica as novidades na Linha 15-Prata (GESP)

Obras de expansão em dezembro

Durante a apresentação, Silvani afirmou que a Linha 15 terá o intervalo entre as viagens reduzido para 130 segundos (2 minutos e 10 segundos), assim que as duas extensões operacionais em construção sejam entregues até o final do ano – há outro track-switch em construção após Vila Prudente.

Atualmente o intervalo praticado no ramal gira em torno de 230 a 260 segundos, o que acaba impedindo que a Linha 15 atenda a uma demanda mais volumosa, como foi projetada.

Segundo Garcia, a ordem de serviço assinada nesta quinta-feira autoriza o consórcio Expresso Boa Esperança a iniciar o projeto executivo das estações Boa Esperança e Jacu Pêssego, além do pátio Ragueb Chohfi. Ele previu que o início das obras civis ocorrerá por volta do final deste ano, com entrega em 2024.

O presidente do Metrô também afirmou que a licitação para a extensão da Linha 15-Prata até Ipiranga deverá ser lançada ainda em 2022.

Total
8
Shares
Previous Post

Procedimento arbitral de indenização pelo fim da Linha 18-Bronze tem novos capítulos

Next Post

CPTM lança licitação para supervisão do sistema de controle de trens da Linha 13

Related Posts