Poço da futura estação Vila Formosa já atingiu 70% da profundidade prevista

Consórcio responsável pela estação também começou as primeiras escavações no Complexo Rapadura. Dois canteiros são os mais prioritários da extensão da Linha 2-Verde do Metrô até Penha
O poço da futura estação Vila Formosa (SAPCC)

Dois marcos importantes foram atingidos recentemente pelo consórcio CML2, responsável por parte da construção da expansão da Linha 2-Verde do Metrô até Penha. O primeiro envolve a estação Vila Formosa, a primeira a receber o ‘tatuzão’ que escavará os túneis do ramal.

Segundo informações de uma das sócias do consórcio, a S.A. Paulista de Construções e Comércio, o poço do acesso principal de Vila Formosa já atingiu a cota de 30 metros de profundidade. Isso significa perto de 70% da profundidade total, de 44 metros, prevista no projeto.

Imagens divulgadas pela empresa mostram a evolução dos trabalhos nesta semana. Após chegar ao ponto mais profundo, o CML2 passará então a escavar a área das futuras plataformas no método NATM.

Por fim, o fundo da estação será concretado para criar uma espécie de “canaleta” por onde o shield será arrastado de uma ponta a outra para seguir com seu trabalho.

Principal acesso da estação já atingiu 30 metros de profundidade, dos 44 metros previstos (SAPCC)

Primeiras escavações

Por falar em shield, o outro canteiro do lote do consórcio finalmente começou a ser escavado. Imagens aéreas do canal iTechdrones recentes mostram escavadeiras abrindo uma vala no Complexo Rapadura que servirá de guia para o imenso poço onde a tuneladora será montada.

O terreno ficou mais de um ano intocado por conta de processos na Justiça e a falta de licença ambiental, mas no começo do mês a Cetesb autorizou o início dos trabalhos no local.

Resta ainda saber o impacto desse atraso no cronograma da obra. Oficialmente, o Metrô prevê inaugurar as quatro primeiras estações (Vila Formosa, Anália Franco, Santa Clara e Oratório) em 2025. Já Santa Isabel, Guilherme Giorgi, Aricanduva e Penha ficarão prontas em 2026, segundo a companhia.

As metas, no entanto, parecem bastante otimistas já que não parece existir tempo para que o tatuzão comece a escavar ainda em 2022.

Complexo Rapadura: início das escavações (iTechdrones)
Total
33
Shares
3 comments
  1. O ritmo da obra realmente é muito bom. Em poucos meses o poço de Vila Formosa avançou tudo isso. Espero que o mesmo aconteça no Rapadura e o tatuzão possa iniciar no ano que vem.

  2. Boa noite.
    De todas as suas informações está me deixou mais contente.Enquanto a Vila Formosa chegou aos 30m de profundidade a Estação Santa Isabel chegou aos 3 m de escavação.
    Boas notícias e o começo também do Complexo Rapadura, acompanho os 2 processos bem de perto.
    Sendo que a Estação Santa Isabel por ser a última Estação a ser terminada acompanho bem de perto, quase em cima dela.
    Acredito que deveriam inverter ao invés do Shield sair do VSE FALCHI GIANINI ir para Penha , deveria reiniciar do Complexo Rapadura em direção a Penha, sendo assim a próxima Estação a ser inaugurada, seria
    justamente a Estação Santa Isabel.

  3. A data de término das primeiras 4 estações está muito ligada a data de entrega do “tatuzão”, tengo entendido até pela própria empresa alemã que será entregue em janeiro 2022, que informação existe a este respeito..?

Comments are closed.

Previous Post

Metrô de São Paulo estuda métodos para baratear construção de novas linhas

Next Post

Testes fecharão Linha 15 em boa parte do domingo, 26

Related Posts