Postergados mês a mês pela CPTM, os serviços Connect e Airport-Express da Linha 13-Jade devem estrear em breve, segundo apurou o site. A ligação entre as estações Aeroporto Guarulhos e Brás, batizado de Connect, começará a funcionar na próxima semana, já o serviço expresso até a estação Luz teria ficado para a primeira semana de setembro.

Com eles, a Linha 13-Jade deve passar a ter um intervalo um pouco menor do que atual em alguns períodos – 20 minutos no pico e 30 minutos fora dele -, tornando a operação um pouco mais interessante para os usuários sobretudo por evitar a transferência hoje obrigatória na estação Engenheiro Goulart. Além do tempo de espera alto a necessidade de seguir viagem pela Linha 12-Safira tem tornado a viagem demorada e cansativa além de pouco previsível.

Com isso espera-se que a média de usuários por dia útil suba dos 8 mil passageiros em julho para um número mais significativo – a projeção da CPTM é que 120 mil pessoas circulem pela linha quando estiver plenamente operacional.

Enquanto o serviço Connect estenderá a viagem atual até Brás parando na estação Tatuapé o Airport-Express seguirá direto da estação Aeroporto Guarulhos em direção à Luz, num percurso de cerca de 35 minutos, segundo estimativa da companhia.

Obras retomadas para valer

Do outro lado da região metropolitana, a CPTM informou por meio de nota nesta sexta-feira (17) que as obras da extensão da Linha 9-Esmeralda “foram retomadas em campo com os trabalhos de implantação de quatro viadutos”. Eles são necessários para que as vias possam percorrer trechos onde há ruas e avenidas na região e foram licitados no início do ano já com recursos do governo federal (R$ 170 milhões), prometidos desde a gestão de Dilma Rousseff mas só liberados após no ano passado.

Além deles, há os trabalhos nas vias e “implantação dos sistemas de sinalização e telecomunicações, implantação do suprimento de energia, supervisão de energia e dos sistemas de sinalização e telecomunicações, reforço da rede aérea no trecho entre as estações Jurubatuba e Grajaú e adequação do CCO”, complementa a nota da companhia que prevê que a obra seja entregue no “segundo semestre de 2019”, portanto, dentro de um ano e alguns meses no máximo.

Na prática, no entanto, o prazo é evidentemente curto demais já que as estações, principal obra do projeto, ainda estão paradas.

Veja também: Veja como é ir de trem até o Aeroporto de Guarulhos

Futura estação Varginha (Oficina do Desenho)