Linha 13-Jade é a primeira a recuperar o movimento de passageiros pré-pandemia

Ramal da CPTM que atende o Aeroporto de Guarulhos transportou quase 324 mil usuários em novembro, segunda melhor marca desde que foi inaugurada em 2018
Trem da Linha 13-Jade: demanda voltou aos níveis pré-pandemia (Jean Carlos)

Na média, a demanda de passageiros no sistema de transporte sobre trilhos em São Paulo encontra-se 32% abaixo de 2019, período anterior à pandemia do Covid-19, mas ao menos um ramal já retornou ao normal, a Linha 13-Jade, da CPTM.

Em novembro, a linha que liga o Aeroporto de Guarulhos à estação Engenheiro Goulart e que conta com um expresso até Luz transportou 323.744 passageiros. Trata-se da segunda melhor marca obtida pelo ramal, só atrás de dezembro de 2019, quando passaram por ela 325.948 usuários.

Em janeiro e fevereiro de 2020, meses que antecederam a crise sanitária, a Linha 13 havia atraído 308 mil passageiros em média, caindo para 240 mil em março, quando as medidas de isolamento social começaram a ser implementadas.

Em abril, a Linha Jade chegou ao seu ponto mais baixo (assim como as demais linhas), com somente 92 mil usuários durante todo o mês. A recuperação gradual em 2020 a levou a atingir 241 mil passageiros em dezembro.

Neste ano, no entanto, houve uma nova inflexão, graças à uma segunda onda de infecções, mas o ramal voltou a apresentar crescimento na demanda desde maio. Ao que tudo indica, mais de 3 milhões de passageiros terão passado pelo ramal em 2021, o mais novo a entrar em operação em São Paulo.

Após o impacto da pandemia, Linha 13 tem recuperado seu movimento

Modernização da Linha 12

Colaborou para a retomada a volta do Expresso Aeroporto, sob novo formato, há um ano. Desde que a pandemia chegou, a CPTM havia suspendido os serviços até o centro da capital, seja o Connect ou o expresso original, que tinha tarifa cobrada à parte.

Com o novo serviço, entre Aeroporto Guarulhos e Luz com partidas de hora em hora e transferência gratuita, a Linha 13 experimenta seu melhor momento. Entretanto, os intervalos entre trens muito acima da média (20 minutos no pico) ainda limitam seu uso.

Essa situação só deverá ser resolvida quando a CPTM conseguir modernizar as vias da Linha 12-Safira, o que permitirá a injeção de mais trens no carrossel.

Na semana passada, um vídeo postado no Linkedin mostrava o teste com os novos circuitos de via “AFO”, que fazem parte do projeto de modernização do ramal e que irá permitir intervalos de 3 minutos entre os trens. A partir daí, certamente a Linha 13 passará a quebrar seus recordes de passageiros com maior frequência.

Testes de sinalização na Linha 12: redução do intervalo deve beneficiar a Linha 13 (Reprodução)
Total
25
Shares
3 comments
  1. Redução de 3 minutos em pleno 2022…

    Quando a L13 for expandida, lá vai a CPTM, de novo, mexer na sinalização da L12 e mais algumas centenas de milhões pro ralo…

    Se já está prevista a expansão da L13 até Bom Sucesso e o Expresso L13 em Barra Funda, pq já não coloca uma sinalização eficiente que permita intervalos de 90 segundos? Brasileiro, e também suas empresas, sempre trabalha com os problemas de ontem e nunca pensando nos problemas de amanhã.

  2. Um dos grandes acertos da CPTM é permitir o expresso entre a Luz e o aeroporto sem precisar pagar nada mais, utilizo ocasionalmente o serviço no pico e a pequena plataforma fica absolutamente lotada. Para um serviço que só iam 30 pessoas num trem enorme, já é uma grande vitória! E isso ainda com esse horário ridículo de uma em uma hora, se diminuíssem a frequência desse serviço com certeza a linha iria bater recordes.

    Nota: uma grande parte das pessoas que utilizam esse serviço no pico descem em Guarulhos-CECAP e a outra grande parte desce no aeroporto, mas vão para a estação de ônibus urbanos adjacente. É uma linha que potencialmente pode atrair muitos moradores de Guarulhos, mas tem que ter o interesse da CPTM e poder público em agilizar essa sinalização da Linha 12.

  3. Imagina se voltasse a parar no Brás e Tatuapé nos 2 sentidos,.indo até barra funda, com certeza poderia marcar mais uns 100mil, pq além de ser melhor para o Guarulhense, iria aliviar um pouco as linhas 11 e 12 e 3 vermelha no trajeto das pessoas barra funda x luz x Brás x Tatuapé, fora o pessoal da 12 baldeando na engenheiro Goulart.
    Seria interessante uma reportagem disso, pra mim Tatuapé e Brás nos 2 sentidos ja

Comments are closed.

Previous Post

Estação João Dias atrai quase 32 mil passageiros, Mendes-Vila Natal, apenas 3 mil

Next Post

Confira os vídeos de novembro das obras do Metrô

Related Posts